Ceart: Governo do Ceará leva artesãos para conhecer o Casa Cor 2017

1 de novembro de 2017 # # #

Déborah Vanessa e Wiarlen Ribeiro - Assessoria de Imprensa do Gabinete da Primeira-Dama
Max Marduque - Fotos

O artesanato cearense é destaque na 19ª edição da Casa Cor 2017.

O artesanato cearense é destaque na 19ª edição da Casa Cor 2017. Isso porque os ambientes da mostra receberam a produção dos artesãos da Central de Artesanato do Ceará (Ceart), ligada à Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), valorizando o regionalismo na decoração dos espaços. E nesta terça-feira (31), artistas de 35 entidades artesanais do Ceará saíram de seus municípios para conhecer o local e admirar suas peças que ficarão expostas até o dia 15 de novembro.

De acordo com a secretária-executiva da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Luciene Rolim, a visita vai apresentar novas oportunidades para os artesãos. “É bonito de ver o legítimo artesanato cearense, que a Ceart apoia, através da STDS, combinando os espaços com todo o requinte que uma peça proporciona ao ambiente. Com essa visita, os artesãos do nosso Estado vão levar novas ideias e conceitos para fortalecer ainda mais suas produções”, destaca.

Para a coordenadora do Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA), Amanaci Diógenes, esse conhecimento influencia diretamente na produção dos artesãos. “Mais uma vez o Estado demostra o compromisso com o segmento artesanal e os artesãos cearenses, promovendo mais essa missão, em parceria com a Casa Cor. Isso influencia diretamente na produção deles, na medida em que lhes abrem os horizontes para novas informações”, aponta.

A diretora do Casa Cor, Neuma Figueirêdo, disse que existe um incentivo para que o artesanato cearense seja exposto na mostra. “Para nós, é uma satisfação grande ver a alegria dos artesãos localizando suas belíssimas peças em espaços projetados, num local bonito, como é aqui na Casa Cor. Nós sempre incentivamos os arquitetos e designers a usarem peças do nosso artesanato nos ambientes. É uma parceria antiga com a Ceart, que sempre traz esses artistas para conhecerem nossa mostra”, salienta.

O artesão Francorli, de Juazeiro do Norte, que trabalha com xilogravura, madeira e metal, localizou algumas peças produzidas por ele na mostra. De acordo com o artista, o papel da Ceart é fundamental para divulgação do seu trabalho. “É bastante gratificante ver nosso trabalhando ganhando o mundo, através da divulgação realizada pela Ceart, que mostra nossa arte. Fico muito feliz de ter encontrado uma peça desenvolvida por mim, criada pelo designer Igor”, afirma.

O presidente da Associação de Artesãos de Juazeiro do Norte, Cícero Rodrigues, que trabalha com arte sacra, enalteceu o trabalho do Governo do Ceará. “Tenho trinta anos de história no artesanato e essa é a primeira vez que vejo uma peça minha, produzida por mim, na Casa Cor. Fico muito orgulhoso e agradecido de fazer parte da Ceart, que tem nos apoiado a propagar a arte popular cearense”, disse.