Cariri: STDS inaugura Cras em Juazeiro do Norte

23 de novembro de 2017 # # #

Carlos Eugênio - Assessoria de Comunicação e Eventos Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social - STDS

O secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará, Josbertini Clementino, inaugura nesta sexta-feira (24), um novo Centro de Referência da Assistência Social (Cras), no município de Juazeiro do Norte. Construído pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, por meio do Programa de Apoio às Reformas Sociais (Proares II), em parceria com a Prefeitura Municipal, o equipamento social atenderá cerca de 500 famílias por mês. Na obra, foram investidos R$ 472.9578,32, sendo R$ 284.605,57 do Governo do Ceará, e R$ 188.351,75 do Município.

“O Cras é a porta de entrada dos usuários do Sistema Único de Assistência Social para a rede de Proteção Básica e é a referência para encaminhamentos à Proteção Especial. Nessas unidades, crianças, jovens e adultos recebem acolhimento, acompanhamento em serviços de convivência, de orientação e apoio na garantia dos seus direitos à cidadania e à convivência familiar e comunitária”, explica Josbertini.

Juazeiro do Norte foi contemplado com o Proares em sua segunda fase por apresentar elevado índice de vulnerabilidade social, segundo nota técnica do Instituto de Pesquisa e Estartégia Econômica do Ceará (Ipece), referência também para a elaboração do Plano Participativo Municipal (PPM). Entre os serviços que serão prestados no novo Cras estão o atendimento às famílias em situação de risco e vulnerabilidade social, por meio do Programa de Atenção Integral à Família (PAIF); ações voltadas a pessoas com deficiência e idosos; e atividades estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), além do acompanhamento aos beneficiários do Programa Bolsa Família.

Rede de Atendimento

No Ceará, o Sistema Único de Assistência Social (Suas) conta com uma rede de serviços ofertados em 388 Centros de Referência de Assistência Social (Cras); 112 Centros de Referência Especializados em Assistência Social (Creas); 255 Centros de Convivências; 51 equipes volantes; nove Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centros POP); dez Centros Dia; e 104 Unidades de Acolhimento para indivíduos ou famílias afastados temporariamente de seus núcleos familiar ou comunitário ou que se encontram em situação de abandono. Além da estrutura da rede de Assistência Social nos municípios, o SUAS contempla 37 benefícios sociais destinados às camadas das mais carentes da população brasileira. Só no Ceará, o Bolsa Família, por exemplo, atende 1,025 milhão de famílias, com transferências anuais da ordem de R$ 5,040 bilhões, e o BPC, 157 mil pessoas carentes.