VLT Parangaba-Mucuripe: operação assistida já beneficiou 55 mil passageiros

4 de dezembro de 2017 # # #

Marco da Escóssia - Ascom / Seinfra
Pedro Alves - Ascom / Metrofor
Marcos Studart - Fotógrafo

Com quatro meses de operação assistida, o Ramal Parangaba-Mucuripe transportou gratuitamente mais de 55 mil pessoas. Em funcionamento com passageiros desde o dia 25 de julho, o serviço de transporte opera de segunda a sexta-feira, de 6h às 12h, utilizando Veículo Leve sobre Trilhos. A marca dos 55 mil passageiros transportados foi alcançada na última quarta-feira (29/11).

A dona de casa Francisca de Castro Maciel, de 55 anos, utiliza o Ramal com frequência e diz que o novo meio transporte facilitou seu dia a dia. “Eu moro na Parangaba e venho para Borges de Melo rapidinho, de graça, no conforto e em segurança. Essa nova linha ajuda bastante”, conta a passageira.

“Não tem comparação com o ônibus. O VLT é mais rápido, mais seguro e mais confortável”, relata o aposentado Francisco José de Oliveira, de 76 anos, ao andar pela primeira vez na mais nova linha de transporte de passageiros sobre trilhos. “Foi o máximo. Nunca passei por um momento tão importante como esse… eu e minhas netas passeando. É a primeira vez que uso, fiquei maravilhado”, conta ele, ao lado das netas.

Obras avançando

O trecho em operação assistida possui 5 Km de extensão e passa por 4 estações. Os demais trechos do projeto seguem em obras. A passagem inferior da avenida Borges de Melo – o chamado trecho 1, está em fase de finalização. Neste trecho, as obras estão concentradas na montagem de tirantes, escavações e concretagem das lajes de piso do túnel e já está com cerca de 84% dos trabalhos concluídos.“Logo que seja concluída essa etapa de concretagem, nós queremos liberar parte do túnel para circulação de veículos, o que vai começar a aliviar o transtorno no tráfego dessa área da cidade”, disse o Secretário de Infraestrutura, Lucio Gomes. O Trecho 3, entre as estações Borges de Melo e o Mucuripe está com cerca de 50% de obras concluídas.

Semanalmente,o gestor da Infraestrutura realiza visitas às obras da pasta e os projetos de metrô e VLT são frequentemente vistoriados. Segundo ele, até o final deste ano, “pretendemos estender a operação experimental do VLT, que está em operação assistida da Parangaba a Borges de Melo, até a estação do São João do Tauape”. Após concluído, o ramal terá 13,5 quilômetros, interligando os bairros Mucuripe e Parangaba, perpassando 22 bairros de Fortaleza, no total, abrangendo uma área que possui cerca de meio milhão de moradores.