Projeto Novas Escolhas: 40 acolhidos em CTs já capacitados para o mercado de trabalho

15 de dezembro de 2017 # # #

Fernando Brito - comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

SPD entrega certificados e kits de equipamentos

Capacitação significa que qualquer pessoa pode adquirir conhecimento, destreza ou habilidade. Portanto, é plenamente capaz de fazer algo com utilidade para si mesma e para outras.

Quarenta acolhidos em Comunidades Terapêuticas (CTs), entre homens e mulheres, abraçaram a ideia da capacitação e, agora, comemoram o resultado. Eles estão com o certificado de curso profissionalizante em mão e prontos para buscar uma vaga no mercado de trabalho ao concluírem o período de acolhimento e tratamento da dependência química.

O aprendizado de uma nova profissão foi possível graças ao Projeto Novas Escolhas, iniciativa da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) efetivada através da oferta de cursos profissionalizantes gratuitos para acolhidos em CTs. Os primeiros concludentes são acolhidos nas instituições O Resgate, localizada em Itapipoca; e Casa Belém, situada em Sobral. Eles realizaram os cursos de eletricista predial e cabeleireiro, respectivamente.

A entrega dos certificados aos formandos nas duas CTs ocorreu na terça-feira, 12, com a presença do secretário Especial Adjunto de Políticas sobre Drogas, Cláudio Saraiva. Os concludentes também receberam kit contendo equipamentos básicos para que possam dar os primeiros passos na nova profissão. A maioria dos alunos não tinha qualquer tipo de habilitação, o que dificultaria a ressocialização após a conclusão do tratamento da dependência.

Ao falar aos concludentes e demais convidados para o momento festivo nas duas CTs, Cláudio Saraiva destacou a importância do aprendizado para a retomada da vida em sociedade com maiores oportunidades. O gestor enalteceu o interesse dos acolhidos em buscarem novas escolhas. “O aprendizado é mais um passo na direção do retorno ao convívio em sociedade, além de demonstrar a plena capacidade de vocês todos para recomeçar a vida”, ressaltou.

Cláudio Saraiva reiterou, ainda, que o diferencial dos formandos é a disposição para abraçar a nova profissão, refazendo o destino, mudando a trajetória para longe das drogas. “É muito bom ver vocês e também acolhidos em outras comunidades buscando a recuperação e pensando num futuro melhor”, completou.

Nos dois momentos de entrega dos certificados, o secretário Especial Adjunto da SPD esteve acompanhado das assessoras Alaíde Pontes Rosado e Danielle Sousa. Também participaram gestores das CTs e profissionais do IDT, que ministram os cursos.

Novas Escolhas

A primeira edição do Projeto Novas Escolhas beneficiará, ao todo, cerca de 400 acolhidos em 18 CTs, entre homens e mulheres. Os cursos oferecidos são os seguintes: recuperador de eletrodomésticos, eletricista predial, confeiteiro (doces e salgados), cabeleireiro / barbeiro, corte e costura, mecânica de motos e panificação.

Ao todo, serão ofertados 20 cursos até o final de 2017. As aulas são ministradas por profissionais do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), num total de 100 horas/aula. A instituição é qualificada para executar políticas públicas nas áreas do trabalho e empreendedorismo.

Além do aprendizado de uma nova profissão em aulas práticas e teóricas, os alunos também recebem orientações sobre autoconhecimento e comunicação, mercado de trabalho e ética profissional, bem como empregabilidade e empreendedorismo.

Um dos eixos de atuação da SPD, a reinserção social e profissional para pessoas em tratamento da dependência química é vista como a última etapa da terapia e determinante na recuperação integral. A titular da pasta, Aline Bezerra Câncio, diz que que o Projeto Novas Escolhas reforça as ações da SPD no eixo, proporcionando o aprendizado de uma nova profissão e, para muitos dos beneficiários, o primeiro curso na vida com direito a receber um certificado.