Natal de beneficiários do Corre Pra Vida

22 de dezembro de 2017 # # #

Assessoria de Comunicação da SPD - comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br
(85) 3238.5090 / 99910.3443

Projeto da SPD é voltado a pessoas em situação de rua ou em outros contextos de vulnerabilidade social

São inúmeras as razões que levam pessoas a abandonar suas famílias e passar a viver em situação de rua. O consumo de drogas é o motivo mais frequente para esse quadro. Nas ruas, elas sofrem com a vulnerabilidade social e se deparam com dificuldades de acesso a serviços diversos, sobretudo de saúde e sócio-assistenciais. As carências se revelam a cada dia, sobretudo de atenção, carinho e acolhimento por parte da sociedade em geral.

No período de Natal, essas carências ficam mais evidentes. A população em situação de rua se sente ainda mais excluída. O acolhimento e a solidariedade ganham mais significado. Com esse pensamento, profissionais da ONG Idesq, que executam o Projeto Corre Pra Vida da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD), se organizaram, buscaram apoio de entidades e voluntários anônimos e promoveram, na noite da segunda-feira, 18, o Natal dos beneficiários do Corre Pra Vida.

A programação aconteceu na Avenida Tristão Gonçalves, no Centro de Fortaleza, envolvendo a distribuição de alimentos a pessoas em situação de rua, bem como de kits de higiene (escova, creme dental, sabonete e shampoo) e de roupas. Ocorreu, ainda, a realização de oficina de arte e identidade com o tema “Natal”, num momento em que os beneficiados tiveram a oportunidade de expressar suas habilidades e revelar seus desejos. Ainda foram oferecidas orientações e realizados exames gratuitos para detecção de tuberculose. A unidade móvel do projeto funcionou como ponto de apoio.

Implementado pela SPD em 2015, o Projeto Corre Pra Vida proporciona o acesso gratuito a atividades de autocuidado, serviços de saúde, rede assistencial e à Rede de Atenção Psicossocial (Raps) por pessoas em situação de rua e socialmente vulneráveis, principalmente devido à dependência de drogas. Os beneficiários são acolhidos por uma equipe de profissionais interdisciplinares e por redutores de danos.

Através do Corre Pra Vida, o usuário também têm acesso a atividades informativo / educativas e de reinserção social e profissional em diversos pontos de Fortaleza, com foco na redução de danos. A secretária Especial de Políticas sobre Drogas, Aline Bezerra Câncio, ressalta que o objetivo do projeto é levar acolhimento e cuidado à população em situação de rua ou em outros contextos de vulnerabilidade social, além de fortalecer o processo de ressocialização.