VLT inicia operação experimental em mais um trecho

2 de Janeiro de 2018 # # # #

Marco da Escóssia - Assessoria de Comunicação da Seinfra
Seinfra/Divulgação - Foto

O Veículo Leve sobre Trilhos – Ramal Parangaba-Mucuripe iniciou, no último dia 28/12, a operação experimental, entre as estações Borges de Melo e São João do Tauape. Nesta fase, o trem circula apenas em testes, sem passageiros.

“É uma etapa de ajustes, em que a linha férrea vai ser alinhada e nivelada para que o VLT possa circular depois com os passageiros, com toda segurança”, disse o secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes, que acompanhou a primeira viagem do VLT nesse percurso. Em paralelo, ainda em janeiro, serão concluídos os demais serviços no trecho, tais como drenagem, proteção da faixa de domínio, calçadas, arruamento, paisagismo e limpeza.

Junto com o Coordenador de Transportes e Obras da Seinfra, André Pierre, além de engenheiros e representantes do Consórcio Construtor, o secretário desembarcou na Estação São João do Tauape, que está em fase de conclusão, após percorrer o trecho de 1,8 km, cruzando parte do Bairro de Fátima, na altura da Comunidade Aldaci Barbosa, e utilizando o elevado sobre a Avenida Aguanambi e nova ponte sobre o Riacho São João do Tauape.

Prioridade para o Governo

“O VLT é prioridade para o governador Camilo Santana. Este trecho em particular, da Borges de Melo até o Mucuripe, teve que ser relicitado. Hoje, após três meses do reinício, é possível se constatar claramente o bom ritmo das obras, que está sendo tocada em várias frentes”, comemora o secretário.

O chamado trecho 2, que liga as Estações Parangaba e Borges de Melo, está em Operação Assistida, com transporte de passageiros e sem cobrança de tarifa, circulando de segunda a sexta-feira, de 6h ao meio-dia.