Aprovados no concurso da Polícia Civil participam de Seminário Introdutório na Aesp

6 de Janeiro de 2018 # # # #

Assessoria de Comunicação da Aesp

Nesta sexta-feira (05), os candidatos convocados para a segunda turma do Curso de Formação e Treinamento Profissional para os cargos de delegado, inspetor e escrivão da Polícia Civil do Ceará participaram de Seminário Introdutório na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE).

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, foi responsável por ministrar o seminário. Ele, que completa hoje um ano à frente da pasta, apresentou um panorama geral das forças de segurança do Ceará. “Esse seminário introdutório é uma conversa. Eu queria aproveitar esse momento para passar um pouco o cenário que nós vivemos hoje em relação à segurança pública aqui no Estado do Ceará, uma conversa franca, honesta, mostrando quais são os nossos desafios, nossas fragilidades e para onde nós querermos caminhar”, explicou o titular da SSPDS.

André também destacou os investimentos e resultados obtidos neste período. “Falando da Polícia Civil, houve a descompressão com a criação da carreira para escrivão e inspetor. Hoje o escrivão e inspetor sabem que, ao alcançar um determinado tempo, ele vai avançando nas classes, ele sabe quanto vai receber. Esse ano foi implementada também a chamada média do Nordeste para os policiais civis. Entregamos mais de 70 viaturas novas para a Polícia Civil. Tudo isso é uma evolução e esse processo para evoluir é gradual. Mas, para enfrentar essa macro criminalidade, a gente precisa de uma polícia investigativa fortalecida”, pontuou.

Em discurso de boas-vindas aos futuros policiais civis, o diretor-geral da Aesp, Juarez Gomes Nunes Júnior falou da alegria em receber os novos alunos e destacou a importância da Instituição de Ensino para fortalecer a política de segurança atual do Governo. “Hoje é um dia de festa porque estamos recebendo os alunos do Curso de Formação e Treinamento Profissional da Polícia Civil. São 653 candidatos a inspetores, escrivães e delegados, e ainda temos 16 grupos da Polícia Militar. Então, a Aesp hoje está funcionando exatamente a todo vapor, com essas duas instituições, e isso é muito importante para toda a estrutura da segurança pública, porque revela realmente a integração que vem sendo trabalhada, desde o início do governo Camilo Santana”, pontuou Juarez.

O seminário

Durante o seminário, os alunos também foram apresentados à estrutura organizacional da Instituição, o plano do curso, a matriz curricular, o regime acadêmico e os serviços que estarão à disposição do corpo discente durante o processo de formação. Além de conhecerem coordenadores, monitores e o corpo administrativo da Aesp.

Vanuza Peixoto, 40, foi uma das aprovadas para o cargo de escrivã. Ela conta que o interesse pela carreira policial surgiu quando começou a trabalhar na área jurídica da segurança pública. Empolgada, ela conta o que espera do curso. “A expectativa é bem positiva, não só pela própria estrutura que a gente percebeu hoje da Academia, dos professores, dos funcionários, e de todo o corpo de que faz a Aesp. Mas, que a gente também sente do Governo, no sentido de investir no sistema de segurança pública do Ceará. Então, a expectativa é ter uma boa formação e posteriormente ter essa tão sonhada posse, para a gente trabalhar com o objetivo máximo que é a proteção do cidadão”, revelou a aluna.

Esta é a segunda turma de candidatos, aprovados no concurso público de 2015, convocados pelo governador Camilo Santana. Na primeira turma, 650 novos policiais foram nomeados.
Fotos: Leandro Freire (Ascom Aesp).