Obras do VLT: Av. Borges de Melo será fechada nesta quinta-feira (11)

10 de Janeiro de 2018 # # #

Marco da Escóssia - Ascom / Seinfra

O trecho da Avenida Borges de Melo, compreendido entre as ruas Bartolomeu de Gusmão e Tertuliano Sales, será fechado ao meio-dia desta quinta-feira (11) para dar continuidade às obras de construção da passagem inferior do túnel. A via terá o pavimento recuperado para voltar a receber o tráfego de veículos. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional à intervenção, cujo desvio deve durar duas semanas.

Durante a interdição, para acessar a Av. Borges de Melo no sentido leste-oeste, o motorista que vier pela Rua Bartolomeu de Gusmão deve passar direto, sobre o túnel, entrar à direita na Rua Francisco Lorda, à direita na Rua Tertuliano Sales, e, em seguida, à esquerda retornado à Av. Borges de Melo. Os ônibus devem seguir o desvio proposto.

A interdição da via faz parte do trecho 1 das obras de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) Ramal Parangaba-Mucuripe, que corresponde à construção da passagem inferior. Os serviços no trecho estão com 91% de execução. A previsão é que seja finalizado ainda no primeiro trimestre de 2018.

Obras

Atualmente o Veículo Leve sobre Trilhos, ramal Parangaba-Mucuripe, já está em operação assistida, com o transporte de passageiros de forma gratuita, no trecho que liga as estações Parangaba e Borges de Melo. As obras nesse trecho já foram concluídas.

Já o trecho entre as estações Borges de Melo e Iate segue em obras com a implantação da via férrea e a construção de estações, passarelas e viadutos. Nesse trecho, já foi iniciada a operação experimental, sem passageiros, entre as estações Borges de Melo e São João do Tauape. A estimativa é concluir o trecho todo até o final de 2018.

Saiba mais

O ramal Parangaba-Mucuripe terá 13,4 quilômetros, ligando os bairros Mucuripe e Parangaba. Desta extensão, serão 12 quilômetros em superfície e 1,4 quilômetro de trechos elevados. Ao todo, são dez estações: Parangaba; Montese; Vila União; Borges de Melo; São João do Tauape; Pontes Vieira; Antônio Sales; Papicu; Mucuripe e Iate.

O VLT irá promover a integração com outros modais de transporte. A estação da Parangaba possibilitará a total integração à Linha Sul do Metrô de Fortaleza e ao terminal rodoviário do bairro. Já a estação Papicu se integrará à Linha Leste do Metrô e ao terminal rodoviário. A previsão de demanda potencial do modal é de 90 mil passageiros por dia.