Balanço: Governo garante reajuste salarial e cursos de mestrado para professores

12 de Janeiro de 2018 # # # #

Julianna Sampaio / Jacqueline Cavalcante - Ascom / Seduc

O ano de 2017 trouxe avanços para os professores da rede pública estadual de ensino. Além de ganhos remuneratórios, o Governo do Ceará lançou editais de mestrado com o objetivo de estimular a qualificação profissional dos educadores e incentivar o aperfeiçoamento da Educação. A rede estadual reúne mais de 13 mil professores efetivos em atividade.

No ano passado, o Governo do Ceará concedeu reajuste das gratificações educacionais especializadas e por efetiva regência de classe aos professores ativos e inativos da rede pública estadual de ensino. Também foi atualizada a Parcela Variável da Redistribuição do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (PVR/Fundeb) para professores temporários. Com esta medida, o ganho remuneratório cobre em 7,64% o índice da inflação acumulada no período.

Baseado no Plano de Cargos e Carreiras dos professores, os percentuais foram ajustados da seguinte forma:

Também foram efetivadas outras medidas como a assinatura da estabilidade de 2.450 professores concursados; o pagamento da Promoção sem Titulação de 4.039 professores 2015-2016 e o pagamento da Gratificação de Desempenho das Escolas Profissionais 2016, beneficiando 2.889 profissionais. Em outubro, durante o Mês do Professor, o governador Camilo Santana deu autorização para que a Secretaria da Educação (Seduc) realize estudos que subsidiem o Concurso Público para o Magistério da Educação Básica.

Mestrados para Professores

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc) lançou editais, em parcerias com instituições de Ensino Superior, para ofertar vagas de mestrados aos professores da rede estadual. Em janeiro, foi lançado um edital com 30 vagas para o Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas (Específica para Tecnologia Social – Seduc) da Universidade Estadual do Ceará (Uece). No início de maio, foi aberta seleção para oferta de 35 vagas para os docentes no Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFF). Também em maio foi lançado, em parceira com a Universidade Federal do Ceará o edital para 30 vagas em uma turma exclusiva no curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática.

O processo de seletivos foram destinados aos professores efetivos e detentores de função da rede pública estadual de ensino da capital e do interior. Os docentes terão a pós-graduação financiada nos termos da Lei n° 16.157 de 26 de dezembro de 2016.