Instituto Dragão do Mar realiza palestra com grandes nomes do mercado nacional da música

12 de Janeiro de 2018 # # #

Luar Maria Brandão -Assessoria de Comunicação do Instituto Dragão do Mar

A diretora-geral da Semana Internacional de Música de São Paulo, Fabiana Batistela, apresenta a palestra “Comunicação com foco na música”; e Arthur Fitzgibbon, diretor-geral da OneRPM, palestra sobre “Distribuição digital de música”. As falas se iniciam às 19h, no Auditório

O Instituto Dragão do Mar, através da agência de desenvolvimento artístico Porto Dragão do Mar, oferece ao público palestras formativas com grandes nomes do mercado nacional da música. É o Conversa de Proa que já será realizada nesta segunda-feira (15), às 19h, no Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, com Fabiana Batistela, que é diretora-geral da Semana Internacional de Música de São Paulo e diretora da Inker Agência Cultural, uma agência de comunicação e projetos focada em música e artes; e Arthur Fitzgibbon, diretor-geral da OneRPM e ex-diretor executivo da Kuarup Discos. Os convidados desta edição da Conversa de Proa estão entre os curadores do programa Porto Dragão Sessions, que vai selecionar bandas cearenses para produção de conteúdo musical e posterior distribuição digital desse material.

Com larga experiência em comunicação voltada para a música e artes, a paulistana Fabiana Batistela vai falar sobre “Comunicação com foco na música”. Hoje, mais do que nunca, a comunicação é fator primordial na carreira artística em todos os níveis. Como fazer ações eficientes? O que fazer para a construção e manutenção de imagem? Como preparar um “business plan” e ações promocionais? Como administrar as redes sociais do artista e conteúdos para web? São essas as questões que Batistela pretende responder à plateia. Já Arthur Fitzgibbon, que está à frente de uma das maiores distribuidoras de músicas digitais da atualidade, vai falar sobre “Distribuição digital de música”: o que deve ser feito em relação a isso? Onde colocar a obra disponível para venda digital? Como fazer upload das suas músicas? Como deixar disponível nas melhores lojas?

“Estamos aproveitando a vinda destes curadores do Porto Dragão Sessions para que eles compartilhem com o mercado cearense o conhecimento mais atual sobre os novos desafios e fronteiras do mercado nacional e mundial da música”, afirma o diretor de Ação Cultural do Instituto Dragão do Mar, João Wilson Damasceno.

Porto Dragão Sessions

Projeto do Instituto Dragão do Mar (IDM), o Porto Dragão do Mar entra, em 2018, numa nova fase no processo de agenciamento da produção artística cearense, com o Porto Dragão Sessions. Trata-se de um programa que tem porobjetivo criar conteúdo em música e depois distribuí-lo em plataformas digitais, com o intuito de fomentar a produção artística musical do Ceará. Para esta primeira edição do programa, serão selecionadas dez bandas profissionais e artistas –cearenses ou residentes no Estado – por meio de uma convocatória on-line. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até 19 de janeiro de 2018, no site www.dragaodomar.org.br.

Para registrar, difundir e distribuir a produção musical cearense, o Porto Dragão Sessions vai produzir junto dos selecionados cinco conteúdos: uma coletânea da Nova Música Cearense, com 20 faixas, para difusão e distribuição em meio digital; um programa para veiculação numa emissora televisiva e canais na web; dois videoclipes ao vivo de cada banda/artista selecionado; duas faixas mixadas e masterizada, de cada banda/artista selecionado; e uma playlist combandas/artistas selecionados para difusão em plataformas digitais. Além de Fabiana Batistela e Arthur Fitzgibbon, são curadores Alexandre Matias, Pena Schimit, Daniel Ganja Man e Roberta Martinelli.

Porto Dragão do Mar

O projeto Porto Dragão do Mar foi lançado em agosto de 2017 pelo Instituto Dragão do Mar, com o objetivo principal de fazer circular a vasta produção artística do Ceará, em diversas linguagens, dentro do próprio estado e também nacional e internacionalmente. Segundo o presidente do Instituto Dragão do Mar, Paulo Linhares, o Porto Dragão do Mar tem o intuito de desenvolver as cadeias de setores criativos como a música, as artes visuais e o audiovisual.

Num primeiro momento, as ações do projeto se concentram na música, por ser uma das cadeias criativas de maior impacto na economia do Ceará. É o braço Porto Dragão Música, cujo objetivo geral é estimular e incrementar a produção musical cearense e a economia que se organiza em torno desse campo artístico, através da indução de investimentos públicos e também da articulação de parcerias privadas.

“O Porto Dragão Música vai ofertar um conjunto de serviços de conhecimentos diversos e complementares, além de processos de capacitação e tecnologias para artistas, produtores, empreendedores, cooperativas, associações e empresas que atuam no campo musical. É uma verdadeira agência de desenvolvimento que vai proporcionar o apoio necessário para a transformação e promoção destas iniciativas”, define Linhares.

SERVIÇO

Conversa de Proa com Fabiana Batistela e Arthur Fitzgibbon
Quando: dia 15 de janeiro de 2018
Hora: às 19h
Onde: Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)
Acesso gratuito
As inscrições para o Porto Dragão Sessions podem ser realizadas no www.dragaodomar.org.br