Secretário Lucio Gomes acompanha teste de máquina tuneladora

6 de Março de 2018 # #

Marco da Escóssia - Ascom / Seinfra

O secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes, tem acompanhado de perto a montagem das tuneladoras, equipamentos adquiridos pelo Governo do Ceará para escavação dos túneis da Linha Leste e aplicação das placas (perfis) estruturais que garantirão a sua resistência. A primeira das quatro máquinas foi testada semana passada, na presença do secretário e do presidente da Cia Cearense de Transportes Metropolitanos, Eduardo Hotz. As máquinas estão passando por montagem prévia, no canteiro de obras do Centro de Fortaleza, com o objetivo de validar o funcionamento de cada componente, proteger os equipamentos e prepará-los para o reinício dos trabalhos da Linha Leste.

Durante a última visita, técnicos da Robbins – empresa responsável pelo fornecimento, manutenção e montagem das tuneladoras – apresentaram detalhes do funcionamento das máquinas. Em seguida, todos acompanharam o momento em que a ponta da máquina, que mede cerca de 125m, começou a girar, realizando o movimento que será feito no subsolo, para escavar e montar as peças do revestimento dos túneis, que interligarão o Centro aos bairros Aldeota e Papicu, na primeira fase da obra. Durante a escavação, é lançada uma espuma branca que serve para propiciar mais homogeneidade ao material escavado, reduzindo o impacto com o solo. Internamente, também foi testado o movimento de montagem das placas de concreto que estruturam os túneis.

Segundo o secretário, é costume se batizar tuneladoras, com nomes femininos – o batismo da primeira deve ser feito pelo governador Camilo Santana, em breve.

Cerca de 42 profissionais trabalham na montagem das tuneladoras:
– brasileiros: 30
– espanhóis: 5
– colombianos: 2
– austríaco: 1
– iraniana: 1
– inglês: 1
– italiano: 1
– americano: 1

Nova licitação

Paralelamente à montagem das máquinas, Lucio Gomes destacou, o processo para licitação da Linha Leste, em sua Fase I, está em curso. Na última sexta, foi realizada Audiência Pública, conforme determina a legislação para licitações, para apresentação do Projeto, recebimento de sugestões e também prestar esclarecimentos. Em 15 dias o Edital deve ser publicado. ”Faz parte da estratégia que a gente tenha duas máquinas prontas, quando for dada a Ordem de Serviço da obra”. Com o anúncio da liberação pelo Governo Federal, no último dia 23, dos recursos do Orçamento Geral da União, no montante de R$ 673 milhões, o que, somado ao empréstimo firmado pelo Governo do Ceará com o BNDES (R$ 1 bilhão) e a contrapartida do Tesouro Estadual, de R$ 186 milhões, ficaram garantidos os recursos para a execução da primeira etapa do projeto da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, do Centro até o Papicu, onde ocorrerá a integração com o terminal de ônibus e a estação do VLT Parangaba-Mucuripe.