Izolda Cela se reúne com embaixadora de Gana no Brasil para discutir parcerias

16 de Abril de 2018 # # #

Giuliano Vandson - Assessor Ascom Vice-gov
Queiróz Neto - Fotógrafo

A vice-governadora Izolda Cela recebeu, na tarde de sexta-feira (13), a embaixadora de Gana no Brasil, professora Abena Busia. O encontro foi realizado na sede da Vice-Governadoria. Também estiveram presentes o secretário de Desenvolvimento Econômico do Ceará, Cesar Ribeiro, e o presidente do Instituto Brasil África, João Bosco Monte.

“Foi um encontro muito proveitoso. Gana e o Estado do Ceará têm muitas coisas em comum, mas também podemos trocar experiências. O Brasil já passou por alguns problemas que eles estão passando, e nós podemos ajudar de alguma forma. Além disso, com essa aproximação, podemos ter uma compreensão melhor da nossa história, tendo mais conhecimento sobre a nossa origem, o que contribui para um padrão civilizatório mais elevado da nossa sociedade”, disse Izolda Cela.

No encontro, a embaixadora Abena Busia destacou a localização geográfica estratégica de Fortaleza e reforçou a importância do estreitamento cultural e econômico entre o Ceará e a África, reforçando que o Hub de Fortaleza será a ponte entre o Estado e os países africanos. Além disso, foram debatidas futuras parcerias comerciais entre Ceará e Gana.

 

Ceará como referência na educação

Izolda Cela falou sobre o destaque do Ceará na área de Educação. Ela ressaltou o Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic), lançado em 2007 pelo Governo do Estado, que tem o objetivo de apoiar os municípios para alfabetizar os alunos da rede pública de ensino até o final do segundo ano do ensino fundamental.

Também foi citada a pesquisa do Ministério da Educação (Mec), por meio do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que apontou 77 escolas do Ceará entre as 100 melhores do país.

 

Oportunidades

“A embaixadora colocou, de forma muito clara, a intenção de abrir o horizonte de Gana para o Ceará. Ela sabe e reconhece o potencial que o Estado tem para gerar novas oportunidades. A partir disso, a gente traz um fio condutor para estreitar os nossos laços não só com Gana, mas com outros países do continente Africano”, pontou o secretário de Desenvolvimento Econômico do Ceará, Cesar Ribeiro.

Durante as conversas, surgiu a hipótese de Fortaleza virar cidade-irmã de Cape Coast, situada a 160 km da capital Acra. Caso a proposta se concretize, as localidades vão poder trocar experiências nas áreas econômica, social e cultural.

A agricultura também foi pauta da reunião. Gana é uma grande produtora de castanha de caju, sendo o produto muito importante para a economia do país. Boa parte da produção é consumida pelas indústrias do Ceará, e a intenção do país africano é melhorar a fabricação, beneficiando a população cearense.

“Nós temos que ter a real dimensão do potencial do continente africano. Dos 10 países que mais cresceram no ano passado, sete estão na África, inclusive Gana. O Ceará pode ganhar muito com o estreitamento dessa relação”,falou o presidente do Instituto Brasil África, João Bosco Monte.

 

Ouça

A vice-governadora Izolda Cela destacou o interesse de Gana em aproveitar o Centro de Conexões de Voos, o Hub da Ari France / KLM / Gol para fazer ligações entre a capital cearense e o continente africano.

A vice-governadora destacou ainda que o Ceará tem muito o que aprender com os países africanos.

O secretário do Desenvolvimento Econômico do Ceará, César Ribeiro, destacou que a reunião pode trazer novas oportunidades de desenvolvimento para o Estado e para Gana.