Organograma Estadual

Localização geográfica privilegiada em relação ao resto do mundo, pela proximidade com os grandes mercados
mundiais: Europa, América do Norte e Ásia. Fortaleza é não apenas a capital político-administrativa do Estado, mas
também destacado centro regional de comércio e serviços. A sua região de influência, segundo o IBGE, compreende.

DER

Departamento Estadual de Rodovias

Download
  1. GERÊNCIA SUPERIOR
    1. SUPERINTENDENTE
    2. SUPERINTENDENTE ADJUNTO
  2. ÓRGÃO DE ASSESSORAMENTO
    1. PROCURADORIA JURÍDICA
    2. AUDITORIA INTERNA
  3. ÓRGÃOS DE EXECUÇÃO PROGRAMÁTICA
    1. DIRETORIA DE ENGENHARIA RODOVIÁRIA
    2. GERÊNCIA DE PROJETOS RODOVIÁRIOS E CONTROLE DE QUALIDADE
    3. GERÊNCIA DE ANÁLISE E IMPACTO AMBIENTAL
    4. GERÊNCIA DE OBRAS RODOVIÁRIAS
    5. GERÊNCIA DE FAIXA DE DOMÍNIO
    6. DIRETORIA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA
    7. GERÊNCIA DE MANUTENÇÃO DA MALHA VIÁRIA ESTADUAL
    8. GERÊNCIA DE OBRAS E INSTALAÇÕES AEROPORTUÁRIAS
    9. GERÊNCIA DISTRITO OPERACIONAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA
    10. GERÊNCIAS DOS DISTRITOS OPERACIONAIS (11)
  4. ÓRGÃOS DE EXECUÇÃO INSTRUMENTAL
    1. DIRETORIA DE PLANEJAMENTO
    2. GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO
    3. GERÊNCIA DE PROGRAMAS E DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL
    4. GERÊNCIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO
    5. DIRETORIA ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA
    6. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS
    7. GERÊNCIA FINANCEIRA
    8. GERÊNCIA DE SUPORTE LOGÍSTICO E PATRIMÔNIO
  5. ÓRGÃO COLEGIADO
    1. CONSELHO DELIBERATIVO

Competências

realizar estudos e elaborar planos e projetos, objetivando a construção e manutenção de estradas estaduais e assegurando a proteção ambiental das áreas onde serão executadas obras de seu interesse;

construir e manter as estradas de rodagem estaduais;

construir, manter, explorar, administrar e conservar aeroportos e campos de pouso;

exercer as atividades de planejamento, administração, pesquisa, engenharia e operação do sistema viário do Estado do Ceará.

Lei nº 14.869 – DOE 11/02/2011