Organograma Estadual

Localização geográfica privilegiada em relação ao resto do mundo, pela proximidade com os grandes mercados
mundiais: Europa, América do Norte e Ásia. Fortaleza é não apenas a capital político-administrativa do Estado, mas
também destacado centro regional de comércio e serviços. A sua região de influência, segundo o IBGE, compreende.

SDE

Secretaria do Desenvolvimento Econômico

Download
  1. DIREÇÃO SUPERIOR
    1. SECRETÁRIO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
    2. SECRETÁRIO ADJUNTO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
  2. GERÊNCIA SUPERIOR
    1. SECRETARIA EXECUTIVA
  3. ÓRGÃOS DE ASSESSORAMENTO
    1. ASSESSORIA JURÍDICA
    2. ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL
    3. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
  4. ÓRGÃOS DE EXECUÇÃO PROGRAMÁTICA
    1. COORDENADORIA DE POLÍTICAS E ESTRATÉGIAS
    2. COORDENADORIA DE PROMOÇÃO DE NEGÓCIOS
    3. COORDENADORIA DE ACORDOS E INVESTIMENTOS
    4. COORDENADORIA DE PEQUENOS NEGÓCIOS
  5. ÓRGÃOS DE EXECUÇÃO INSTRUMENTAL
    1. COORDENADORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO
    2. COORDENADORIA ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA
    3. CÉLULA ADMINISTRATIVA
    4. CÉLULA DE GESTÃO FINANCEIRA

Competências

A Secretaria do Desenvolvimento Econômico tem por finalidade deliberar de maneira estratégica, harmônica e interdisciplinar sobre a Política de Desenvolvimento Econômico, competindo-lhe:

planejar, formular diretrizes estratégicas, operacionais e definição de prioridades;

fomentar e executar a Política de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará;

acompanhar os acontecimentos macroeconômicos nacionais e internacionais e seus reflexos na economia estadual;

definir, aprovar e acompanhar programas setoriais inerentes ao desenvolvimento econômico do Estado, propostos pelo Poder Executivo;

definir, aprovar e acompanhar projetos de investimentos no setor de indústria, comércio, turismo e agronegócios empresariais de médio e grande porte;

avaliar a possibilidade quanto à formatação de projetos de infraestrutura concebidos na forma de parcerias Público – Privadas – Programa PPP; promover ações estratégicas para atrair e apoiar novos negócios e iniciativas de investimentos;

desenvolver e fomentar a promoção comercial de âmbito nacional e internacional;

definir prioridades e critérios para concessão, alteração, prorrogação e extinção de incentivos fiscais, financeiros ou tributários do Estado;

avaliar e monitorar a política de incentivos fiscais, financeiros ou tributários do Estado;

promover a interiorização de políticas públicas voltadas ao fortalecimento de vocações locais na indústria, comércio e serviços, de forma a diminuir as desigualdades sociais e regionais;

planejar e desenvolver programas de apoio e incentivos aos pequenos negócios;

coordenar e supervisionar a gestão das entidades vinculadas, aprovando as políticas e diretrizes e definindo as respectivas estratégias de atuação;

participar, por meio de seu dirigente, de reuniões de órgãos congêneres no âmbito regional e nacional;

fomentar e desenvolver programas de apoio e incentivo às cooperativas e iniciativas de socioeconomia solidária;

exercer outras atribuições necessárias ao cumprimento de suas finalidades nos termos do Regulamento.

Lei nº 15.773 – DOE 10/03/2015

Entidades Vinculadas

Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece)

Companhia Administradora da Zona de Processamento de Exportação do Ceará S/A (ZPE Ceará)