PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Seinfra discute formas de economizar no consumo de água em secretarias e órgãos públicos estaduais

27 de novembro de 2019 - 15:14 # # # # #

Camila Rocha - Ascom da Seinfra

Diante do cenário mundial de escassez da água potável, a Secretaria da Infraestrutura do Ceará, em parceria com a Cagece, realizou nesta quarta–feira (27) o III Workshop sobre Gestão das Utilidades, com o tema: “Água, um recurso escasso”. Representantes de secretarias e órgãos públicos estaduais conheceram e discutiram formas de usar a água, com economia e sem desperdícios.

O evento é uma das ações adotadas pela Seinfra para se adequar ao Decreto Nº 33.264, publicado em setembro deste ano, que determina que a secretaria seja responsável pela padronização e pelo monitoramento dos serviços de energia elétrica, gás canalizado, telecomunicações, abastecimento de água e coleta de esgoto, denominados de utilidades, no âmbito da administração estadual. Para isso, a Seinfra deve executar o Programa de Padronização e Controle das Utilidades, mantendo uma interlocução com as concessionárias. O decreto também envolve a Secretaria de Planejamento e Gestão – Seplag, como planejadora e organizadora das contas de custeio.

“Nos dois primeiros workshops que realizamos para divulgar o decreto, tratamos de contratos de energia elétrica. Nesse terceiro, estamos abordando o assunto “Água”, junto com a Cagece, que está nos mostrando formas de buscar reduções nas contas e de monitorar e otimizar o uso desse recurso para economia dos gastos públicos”, disse o assessor técnico de Planejamento Estratégico da Seinfra, Ricardo Castelo.

Dentre os assuntos abordados, está a adoção de medidas simples dentro das instituições como a instalação de tambores para a coleta de água e a construção de cisternas para o recebimento da água da chuva e dos aparelhos de ar condicionado para reutilização em jardins e carburadores de veículos, por exemplo. Os técnicos da Cagece também falaram sobre o uso racional dos recursos naturais e da importância de campanhas internas de conscientização sobre o não desperdício, com o intuito de ajudar a reduzir o consumo excessivo da água.