PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Icó: produtores conquistaram investimento de R$ 11 milhões nos últimos sete anos pelo Pronaf

3 de julho de 2020 - 09:38 # # # #

Aécio Santiago (Ascom Ematerce) e André Gurjão (Ascom SDA)

Entre 2013 e 2020, o escritório da Ematerce em Icó elaborou 845 projetos e a agência do Banco do Brasil contratou e liberou investimentos da ordem de R$ 11.425.251. O resultado da parceria, realizada em torno do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, garantiu um investimento médio por produtor de R$ 18.500 (418 projetos) e de R$ 8.600 nos casos de custeio (427). O futuro aponta para parceria com

Para Mailton de Bezerra, assessor de técnico de Crédito Rural Pronaf da Ematerce, mesmo diante dos anos de estiagem e da Covid-19, a empresa de assistência técnica e extensão rural prestou
orientações e elaborou projetos para os produtores pronafianos. “O crédito é o meio para se chegar ao fim. Com ele, implanta-se novas tecnologias, moderniza-se a produção agrícola e adquire-se insumos para o melhoramento genético, controle da sanidade animal e manejo”, justifica.

O futuro da atividade agropecuária da região aponta agora para a parceria com a Universidade Vale do Salgado. Através do curso de Bacherelado em Administração, um estudo com produtores do Perímetro Irrigado Icó-Lima Campos, apontou que 95% dos beneficiários do Pronaf Mais Alimentos aplicaram os recursos no município do Centro Sul. Outros resultados são o baixo índice de inadimplência, melhorias na gestão e consciência ambiental e aumento da produtividade e da renda familiar.

O assessor técnico ainda se mostra otimista com a regularidade das chuvas neste ano, a perenização dos rios Salgado e Jaguaribe pelas águas da Transposição do Rio São Francisco e o lançamento do Plano Safra 2020/2021. Segundo ele, a ação do governo federal se mostra moderna, disponibiliza mais recursos e apresenta menores taxas de juros da edição anterior. “O que acaba fortalecendo as nossas parcerias com o BB, Conab, CDL, Federação das Associações, Dnocs, dentre outras”.