PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Na Semana dos Manguezais, Governo do Ceará lançará a Década do Oceano

23 de julho de 2021 - 11:39 # # # # #

Ascom Sema - Texto

O Governo do Ceará, com o apoio de vários órgãos estaduais e federais, universidades e parceiros da rede pública e iniciativa privada, realizará o lançamento da Década do Oceano no Ceará, no período entre 26 a 30 de julho, quando ocorrerá a Semana Estadual dos Manguezais. A data foi escolhida porque os manguezais formam um ecossistema fundamental para a preservação da fauna e flora aquática e costeira.

O secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, adianta que haverá uma ampla programação, principalmente virtual, para marcar a data determinada pela ONU. “Além de seminários e palestras, vamos anunciar a ampliação e novas unidades de conservação estaduais, além de ações de preservação do meio ambiente marinho e costeiro, com limpeza de praias, rios e lagoas. Sem esquecer do componente econômico, pois há vários projetos do governo que se intercruzam aproveitando as potencialidades da nossa costa e do nosso mar”, explicou.

A Semana dos Manguezais é uma promoção da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema); Ecomuseu Natural do Mangue e Rede Nacional de Manguezais, com apoio da Assembleia Legislativa do Ceará. Todos os eventos serão transmitidos pelo YouTube da SEMA (SemaSecretariadoMeioAmbiente). A abertura ocorre segunda (26), às 9h, com as presenças de Artur Bruno, do presidente da Assembleia Legislativa – que também transmitirá o evento –, deputado estadual Evandro Leitão; e do representante do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCTI), o Secretário de Pesquisa e Formação Científica, Dr. Marcelo Morales.

Década terá mascote

A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou que o período de 2021 a 2030 como a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável ou Década do Oceano. O objetivo é conscientizar a população global sobre a importância dos oceanos e mobilizar atores públicos, privados e da sociedade civil organizada em ações que favoreçam a saúde e a sustentabilidade dos mares. A ação está diretamente relacionada ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 14, que trata da proteção da vida marinha, previsto na Agenda 2030, acordo internacional firmado pelos estados-membros da ONU.

Em todas as suas ações, a Década do Oceano no Ceará tem como premissa a educação ambiental. E por isso, pensando também no público infantil, a SEMA pensou em uma mascote, para representar a Década no Ceará. A ilustradora Nathália Garcia de Sousa (Instagram: @nathgsousa) desenhou sete opções de espécies para a mascote: a BU (Água Viva), o Jão (Tubarão Lixa), Joca (Polvo), o Juba (peixe anjo), a Loca (Lagosta), a Mabel (Arraia) e Tuga (Tartaruga). Quem quiser participar basta entrar no site na SEMA (www.sema.ce.gov.br) ou acessar o link http://questionario.sema.ce.gov.br/index.php/476358?lang=pt-BR. A votação estará aberta até as 11h59 do dia 29 de julho.

Secretarias de Estado apresentarão projetos

Ainda no dia 26, de 9h30 às 10h, ocorre a palestra magna “A importância da Década do Oceano para o Brasil e para o mundo”, com o oceanógrafo, Alexander Turra, professor do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP) e Coordenador da Cátedra Unesco, do Instituto de Estudos Avançados (IEA), da USP.

Na sequência, às 10h, uma mesa redonda reunirá seis secretários de Estado para falar sobre “A Importância da Década do Oceano e projetos do Governo do Estado do Ceará”: Artur Bruno (SEMA); Inácio Arruda (Ciência e Tecnologia); Arialdo Pinho (Turismo), Zezinho Albuquerque (Cidades); Maia Júnior (Desenvolvimento Econômico); e Lúcio Gomes (Seinfra). Casa pasta falará sobre projetos que têm interface com a temática do Oceano.

Na tarde do primeiro dia, ocorrem ainda três palestras virtuais. Às 14h, Matheus Couto, Oficial de Programas do Centro de Monitoramento da Conservação Mundial do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) falará sobre a “Década da Restauração dos Ecossistemas”, auxiliado por Fabiana Pinho, do Ecomuseu do Mangue. Às 14h30, o professor Luís Ernesto Arruda, do Instituto de Ciências do Mar, da Universidade Federal do Ceará (Labomar/UFC), falará sobre “O papel de grupos funcionais e da recuperação hidrológica na restauração, manejo e estoque de carbono de manguezais degradados”, apresentado pelo ambientalista Rusty Sá Barreto, do Ecomuseu do Mangue. Finalmente, às 15h, o diretor de Políticas Públicas da organização não governamental, SOS Mata Atlântica, Mário Mantovani, apresenta o painel “Manguezal como Patrimônio Natural e as Políticas Públicas”, junto com Pedro Belga, da Rede Nacional dos Manguezais (Renaman).

Programação dos demais dias

Dia: 27 de julho (terça-feira) – Período manhã

Hora: 9h

Roda de conversa: Juntos pelos manguezais do Ceará.

Convidados: Fundação Brasil Cidadão, de Icapuí; Ecomangue, de Acaraú; Filhos do Mangue, de Aracati; e Mangue Vivo, de Fortaleza.

Moderador: Ambientalista Rusty Sá Barreto, do Ecomuseu do Mangue.

Dia: 27 de julho (terça-feira) – Período tarde

Hora: 14h

Lançamento da Cartilha da Turma do Parque, PEMPRIM, da concepção a execução do projeto.

Convidados: Tatiane Martins Garcia, Giordano Vasconcelos Capibaribe e Marcelo Soares.

Apresentado por: Izaura Lila, gestora do Parque Estadual Marinho Pedra da Risca do Meio.

Dia: 28 de julho (quarta-feira) – Período manhã

Hora: de 9h as 10h30

Roda de conversa: Juntos pelos manguezais do Brasil.

Convidados: Chico Lan, do Instituto Menino Caranguejo (Santa Catarina) e Fabi Campos, do Espaço Ciências (Pernambuco).

Moderadores: Ambientalistas, Rusty Sá Barreto e Fabiana Pinho, do Ecomuseu do Mangue.

Atenção: Na ocasião, serão apresentados vídeos, de três minutos cada, dos projetos voltados à educação e à conservação dos manguezais no Brasil: Instituto Terra e Mar, de São Paulo; Gamboa do Jaguaribe, do Estado do Rio Grande do Norte e Caraguatás Ambiental, de Caraguatatuba, São Paulo.

Dia: 28 de julho (quarta-feira) – Período tarde

Hora: 14h

Apresentação do 1º Episódio da Série A Minha Voz – APA do Estuário do Rio Curu.

Apresentado por: Matheus Fernandes, Gestor da APA do Estuário do Rio Curu.

Hora: 14h15

Roda de Conversa sobre o Carbono Azul.

Convidados: oceanógrafo, José Vitor Miranda, mestrando do Programa de Pós-Graduação de Ciências Marinhas Tropicais, do Instituto de Ciências do Mar (Labomar-UFC); Dr. Marcelo Soares, Coordenador do Programa Cientista-Chefe da SEMA e Semace; e a oceanógrafa, Natália Beloto, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências Marinhas Tropicais, do Labomar-UFC.

Moderador: Lucas Silva, técnico da Célula de Políticas de Flora (Ceflor), da Coordenadoria de Biodiversidade da Secretaria do Meio Ambiente.

Dia: 29 de julho (quinta-feira) – Período manhã

Hora: 10h: Apresentação do 2º Episódio da Série “A Minha Voz – APA do Rio Pacoti”.

Apresentado por: Pedro Cunha, Gestor da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Pacoti.

Hora: 10h15: Aula de Campo online a partir do Ecomuseu do Mangue

Moderador: Ambientalistas, Rusty Sá Barreto e Sineide.

Dia: 30 de julho (sexta-feira)

Solenidade de Encerramento da Semana Estadual de Proteção dos Manguezais 2021 e de Lançamento da Década do Oceano.

9h: ABERTURA DA SOLENIDADE DE ENCERRAMENTO

10h: Apresentação Case Fundação Boticário.

Convidadas: Liziane Alberti e Karina Tolentino

Participações: ambientalista, Rusty Sá Barreto, do Ecomuseu do Mangue, e a Coordenadora de Biodiversidade da Secretaria do Meio Ambiente, Doris Day.

10h30: Case HUB Cumbuco: Ações no contexto da Década do Oceano.

Convidado: André Farias, Presidente do Instituto Winds for Future.

11h15: Mesa Virtual: Fortaleza 2040 e Ceará 2050 no âmbito do Oceano.

Convidados: Vice-Prefeito de Fortaleza e Presidente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Sr. Élcio Batista; Secretário-Executivo da Casa Civil do Governo do Estado, Sr. Célio Fernando.

Moderador: Deputado Acrísio Sena, Presidente da Comissão de Recursos Hídricos, da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

11h45: Apresentação do resultado da votação virtual que escolheu a mascote da Década do Oceano.

Convidado: Assessor de Comunicação da Secretaria do Meio Ambiente, Sr. Demétrio Andrade.