PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Prazo para adesão ao Programa Mais Empregos Ceará será prorrogado até 21 de fevereiro

21 de dezembro de 2021 - 16:02 # # # # #

Antonio Cardoso - Comunicação Institucional - Texto
Tatiana Fortes - Ascom Casa Civil - Foto

Empresas interessadas em participar do Programa Mais Empregos Ceará terão mais tempo para realizar o cadastro. A Assembleia Legislativa aprovou, nesta terça-feira (21), o pedido feito pelo Governo do Ceará pela extensão do prazo para até o dia 21 de fevereiro de 2022. Antes a legislação previa o encerramento da inscrição em 20 de dezembro.

A medida inovadora foi criada pelo Governo do Ceará com o intuito de apoiar empresas com atividades de comércio, serviços e posteriormente indústrias na retomada da economia cearense. Podem participar empresas que desenvolvam atividades nesses ramos como microempreendedor individual, microempresa, empresa de pequeno porte, atividades do comércio ou de serviços, com prioridade para os setores de alimentação fora do lar, incluindo bares e restaurantes, e de eventos.

A expectativa era que o Mais Empregos Ceará gerasse 20 mil novas vagas de trabalho. Através do programa, o Governo do Ceará paga meio salário mínimo vigente no dia 1º de julho de 2021 para cada novo vínculo gerado por até seis meses. Cada empresa/empregador pode oficializar, no máximo, 100 novos contratos formais. A empresa contratante não estará limitada a pagar apenas um salário mínimo para os novos trabalhadores. Os vínculos de emprego devem ser mantidos, no mínimo, por 90 dias após encerrado o benefício.

O governador Camilo Santana, durante o lançamento do Programa Mais Empregos Ceará, no último mês de setembro, classificou a medida como mais uma forma de apoiar os setores que foram bastante afetados durante essa pandemia por conta das restrições sanitárias. “Sempre colocamos que a prioridade seria salvar vidas, olhar para as pessoas, mas nunca esquecer a economia e geração de emprego para os cearenses. Esse é um momento importante para a gente gerar emprego, oportunidade, e fazer o Ceará acelerar e crescer ao longo dos próximos meses e próximos anos”.