Ministério da Saúde realiza curso de formação para Hospital Amigo da Criança no HGF

21 de fevereiro de 2011

O Ministério da Saúde realiza em Fortaleza de 22 a 24 de fevereiro de 2011, no Hospital Geral de Fortaleza, um curso para formação de avaliadores para a Iniciativa Hospital Amigo da Criança. A ideia é otimizar as avaliações nos hospitais que tenham interesse em receber o Selo Amigo da Criança no Ceará. Vão participar do curso 26 profissionais de saúde indicados por um dos 30 hospitais que já possuem o título no Ceará. O selo trata-se de uma réplica da obra Maternidade de Pablo Picasso, fornecida pela Unicef, onde constam os dados do estabelecimento de saúde. Em Fortaleza, são credenciados á Iniciativa Hospital Amigo da Criança o Hospital Geral de Fortaleza(HGF), Hospital Geral César Cals (HGCC), Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC) e Hospital Cura D`Ars.

 

A Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) foi idealizada em 1990 pela OMS e UNICEF para promover, proteger e apoiar a amamentação. Foi incorporada pelo Ministério da Saúde em 1992 e, com o apoio das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, vem capacitando profissionais, realizando avaliações e estimulando a rede hospitalar para o credenciamento. Já são mais de 19 mil Hospitais Amigo da Criança em todo o mundo e 336 no Brasil. A maioria dos hospitais com o título de Amigo da Criança estão na Região Nordeste(149), seguida pela Região Sudeste(69), Região Sul(52), região Centro-Oeste(38) e Região Norte(22). No ceará, são 30 hospitais Amigo da Criança e em Fortaleza, 5.

 

HGF é Amigo da Criança desde 2005

 

O Hospital Geral de Fortaleza, HGF, vem mantendo o título de Hospital Amigo da Criança desde 2005. A cada três anos, é feita uma nova avaliação por avaliadores do Ministério da Saúde. Segundo a chefe da Enfermagem da Unidade Obstétrica, Regina Sá, várias ações são realizadas na rotina da Unidade Obstétrica do HGF com o objetivo de incentivar o aleitamento materno exclusivo durante os primeiros seis meses de vida. Todos os profissionais são treinados para tirar dúvidas das mães. Uma funcionária do setor, devidamente capacitada, realiza todos os dias nas enfermarias, palestras explicativas sobre o ato de amamentar. Da sala de pré-parto aos alojamentos conjuntos (mãe e bebê), as normas para incentivar a amamentação estão afixadas em locais de fácil visualização, para que todos, pacientes e profissionais, tenham a segurança de que naquele espaço tudo está sendo feito para garantir que o bebê seja amamentado.
A Unidade de Obstetrícia do HGF conta uma emergência obstétrica com dois consultórios, uma sala de observação com 4 leitos e um equipamento de ultrassom de última geração. O hospital conta ainda com 8 leitos de pré-parto, um centro obstétrico cirúrgico com duas salas de cirurgia e uma sala de parto, além de uma sala de recuperação com 3 leitos. A enfermaria possui 32 alojamentos conjuntos, onde as pacientes tem direito a um acompanhante. Todos os bebês saem do hospital com registro de nascimento, cartão de vacina e os testes do olhinho, do pezinho e da orelhinha.

Incentivo Financeiro

 

O Brasil é o único país que oferece um incentivo financeiro aos estabelecimentos de saúde com o título de Hospital Amigo da Criança. O Ministério da Saúde reconhecendo a importância do incentivo ao aleitamento materno diferencia o pagamento dos procedimentos obstétricos realizados nos Hospitais credenciados.

 

Para ser um Hospital Amigo da Criança, a unidade de saúde precisa atender os 10 passos

 

1) Ter normas e rotinas de incentivo ao aleitamento materno, expostas em quadros e cartazes para que todos possam conhecê-las.
2) Capacitar toda a sua equipe para apoiar e ajudar as mulheres em todas as fases da amamentação.
3) Orientar, durante o acompanhamento pré-natal, sobre as vantagens da amamentação, a importância de o bebê mamar logo ao nascer, a prevenção de dificuldades, além de outros assuntos que vão ajudar a futura mãe a ter uma amamentação mais duradoura e prazerosa.
4) Estimular o início da amamentação na primeira hora de vida e o contato prolongado pele a pele entre a mãe e o bebê, desde o nascimento.
5) Mostrar às mães como amamentar e manter a amamentação, mesmo quando houver necessidade de a mãe e o bebê ficarem separados.
6) Oferecer aos recém-nascidos apenas o leite materno, garantindo que outros leites e líquidos só sejam oferecidos em situações excepcionais, por indicação médica.
7) Garantir que mães e bebês permaneçam em alojamento conjunto vinte e quatro horas por dia.
8) Orientar que os bebês sejam amamentados sempre que quiserem, e o quanto quiserem.
9) Não oferecer chupetas, chucas ou mamadeiras aos bebês.
10) Promover a formação de grupos de apoio à amamentação e encaminhar as mães a esses grupos na alta da maternidade.

 

Quem ganha com o Hospital Amigo da Criança?

 

· A mãe, que fica mais preparada e segura para amamentar o seu filho por mais tempo e de forma mais prazerosa.
· O bebê, que começa a amamentação já na sala de parto e mama por mais tempo, prolongando assim os benefícios do aleitamento materno como melhor nutrição, menos doenças e fortalecimento dos laços afetivos com a mãe.
· A família, que evita gastos com a compra de outros leites e tratamento de doenças. Uma criança saudável proporciona à família momentos mais tranquilos e felizes.
· O hospital, que recebe um selo de qualidade com o título de Hospital Amigo da Criança, o que melhora a sua imagem, reputação e satisfação do cliente. Além disso, economiza comprando menos leite, chupetas e mamadeiras.
· O sistema de saúde, que gasta menos com consultas e internações.
· A sociedade, pois contará com crianças e futuros adultos mais saudáveis.

 

O Ministério da Saúde recomenda que a amamentação seja mantida até os dois anos de idade ou mais e que os bebês sejam alimentados exclusivamente com leite materno até os seis meses de idade.

 

Acesse a Portaria GM 756, de 16 de dezembro de 2004, com as normas para o processo de habilitação do estabelecimento de saúde na Iniciativa Hospital Amigo da Criança: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/Port%20%20756%20.pdf

 

No Ceará, os hospitais-maternidades interessados em obter o título de Hospital Amigo da Criança devem procurar o Núcleo de Saúde da Criança e Aleitamento Materno na Secretaria da Saúde do Estado. O telefone é o 3101-5193.

 

21.02.2011

Assessoria de Imprensa do HGF

Gilda Barroso (gildabarroso@gmail.com / 85 3101-7086 – 85 9925.5762)