Campanha orienta sobre prevenção do câncer de boca

21 de setembro de 2012

O Brasil vai registrar este ano 14.170 casos novos de câncer de boca, segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca). No Ceará serão 430 casos novos da doença, com incidência por 100 mil habitantes de 6,04 entre homens e 3,88 entre mulheres. Em todo o país, ocorreram 6.510 mortes por câncer de boca em 2009. Para estimular a prevenção e a realização do diagnóstico precoce, a Secretaria da Saúde do Estado está iniciando uma campanha de prevenção e detecção do câncer de boca, com o slogan “Os cuidados com a boca garantem mais do que um sorriso bonito. Garantem saúde”. Através de cartazes e adesivos, a campanha mostra com prevenir e realizar o autoexame e orienta a ida aos serviços de saúde em casos de suspeita da doença.

 

O câncer de boca é mais frequente em homens do que em mulheres e atinge principalmente pessoas com mais de 40 anos de idade. O fumo, combinado com o excesso de bebida alcoólica, é um dos principais fatores de risco. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 90% dos pacientes diagnosticados com câncer de boca eram tabagistas e o consumo regular de bebidas alcoólicas aumenta o risco de desenvolver a doença. A exposição ao sol sem proteção representa um risco para o câncer de lábios. Além destes fatores, observa-se em pacientes com câncer de boca uma higiene bucal deficiente e uma dieta pobre em proteínas, vitaminas e minerais e rica em gorduras. O exame rotineiro da boca feito por um profissional de saúde pode diagnosticar lesões no início, antes de evoluírem para câncer.

 

No Ceará, o Programa de Rastreamento e Diagnóstico Precoce do Câncer de Boca, mantido pela Secretaria da Saúde do Estado, em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade de Fortaleza (Unifor), qualifica os profissionais da atenção básica para identificar alterações na mucosa bucal. Atualmente funcionam 1.494 equipes de saúde bucal em todos os municípios do Ceará. Ao identificar a lesão, o cirurgião dentista da atenção básica encaminha o paciente ao Centro de Especialidades Odontológicas Regional (CEO) ou a um dos três CEOs estaduais, localizados em Fortaleza (CEO Centro, CEO Rodolfo Teófilo, CEO Joaquim Távora), para a realização do exame de diagnóstico. O material coletado é analisado pelo Laboratório de Histopatologia da Unifor, que emite o laudo e o envia para a Secretaria Municipal de Saúde. Em caso de diagnóstico positivo para câncer de boca, o município é o responsável pelo encaminhamento do paciente para tratamento no Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital Waldemar Alcântara, unidades da rede estadual, Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza e Hospital do Câncer do Ceará.

 

A nova rede de assistência à saúde que o Governo do Estado está entregando à população já tem 13 Centros Especialidades Odontológicas regionais (CEOs) inaugurados em Juazeiro do Norte, Baturité, Acaraú, Sobral, Camocim, Ubajara, Russas, Brejo Santo, Caucaia, Crato, Crateús, Itapipoca, Limoeiro do Norte. Em todos, são realizados diagnósticos de câncer de boca. 

 

Como Prevenir o Câncer de Boca

 

– Proteja-se dos raios solares. Evite o sol entre 10 horas e 16 horas. A radiação ultravioleta dos raios solares pode causar câncer nos lábios
– Visite regularmente o dentista
– Evite o consumo de bebidas alcoólicas
– Não fume! O fumo é um perigo à saúde da boca e um das principais causas de morte evitáveis no mundo
– Alimente-se de maneira saudável, com verduras, frutas e legumes
– Mantenha a sua boca sempre limpa

 

Faça o se Autoexame

 

Fique atento a estas alterações

– Mudanças na cor da pele e da porção interna da boca
– Caroços
– Feridas que não cicatrizam em duas semanas
– Ínguas no pescoço
– Aftas prolongadas
– Sangramento
– Inchaços
– Áreas dormentes
– Dentes amolecidos ou quebrados
– Áreas irritadas debaixo das próteses

 

O que fazer quando encontrar um desses sinais

– Procure uma equipe de saúde para ser orientado sobre o que deve ser feito.
– Não use remédio por conta própria. Só o dentista ou o médico pode avaliar o seu caso.

 

21.09.2012

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira/ Marcus Sá ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221 / 8733.8213)

Twitter: @SaudeCeara