Lacen realiza mensalmente 30 mil testes do pezinho

5 de junho de 2013

No dia 06 de junho é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, data em que é reforçado o trabalho de triagem neonatal devido a importância do exame na identificação precoce de doenças. No Ceará, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), unidade da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), é o responsável pelas análises da triagem neonatal para todos os 184 municípios do Estado, com 52 unidades de saúde atendidas somente em Fortaleza. Mensalmente, o Lacen realiza 30 mil análises de 10 mil crianças triadas em todo o Ceará. A triagem neonatal é uma ação preventiva que permite fazer o diagnóstico de diversas doenças congênitas ou infecciosas, assintomáticas no período neonatal, a tempo de se interferir no curso da doença, permitindo, desta forma, o início do tratamento precoce específico e a diminuição ou eliminação das sequelas associadas a cada doença.

 

O Programa Estadual de Triagem Neonatal já executa os exames das fases I e II do teste do pezinho, que identificam fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito e doença falciforme, e está sendo habilitado pelo Ministério da Saúde na fase III do teste do pezinho, que identifica a fibrose cística na triagem neonatal. O tratamento das doenças identificadas na triagem em recém-nascidos é feito no Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), unidade da rede estadual de saúde credenciada no Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN). A cobertura em triagem neonatal pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Ceará evoluiu de 66% dos nascidos vivos em 2004 para 82% em 2011, que representam mais de 105 mil recém-nascidos. Em todo o Brasil, a cobertura chegou a 83% dos nascidos vivos. Em oito anos, mais de 19 milhões de recém-nascidos foram triados pelo SUS no país.

 

Na rede pública da Secretaria da Saúde do Estado, os hospitais que garantem o teste do pezinho a todas as crianças que nascem em suas unidades ou são internadas na UTI neonatal são Hospital Infantil Albert Sabin, Hospital Waldemar Alcântara, Hospital Geral César Cals, Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e Hospital Geral de Polícia José Martiniano de Alencar. Nome popular para a triagem neonatal, o teste do pezinho é feito a partir de gotas de sangue colhidas do calcanhar do recém-nascido. A identificação precoce de doenças permite evitar o aparecimento dos sintomas, através do tratamento apropriado. Por isso, recomenda-se realizar o teste imediatamente entre o 3º e o 7º dia de vida do bebê. Em 1992 o teste se tornou obrigatório em todo o país.

 

05.06.2013

Assessoria de Imprensa da Sesa

Selma Oliveira (selma.oliveira@sesa.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 5221)