Desenvolvimento Educacional do Ceará é o maior do Nordeste

30 de julho de 2013

No período de 19 anos – 1991 a 2010 – o nível do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Ceará, divulgado na segunda-feira (29), saltou de 0,405 para 0,682. Ou seja, o Ceará, que em 1991 ocupava a quarta colocação na Região Nordeste, passou a ocupar a segunda melhor colocação na Região. Há 22 anos, o Estado tinha um nível de desenvolvimento humano considerado baixo (menor que 0,499) e em 2010 passou a ter índice de médio desenvolvimento (até 0,699) e se aproxima do nível de desenvolvimento considerado alto (acima de 0,700). Os dados são do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013, divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

 

Quando avaliado o quesito educação, o Ceará alcança a primeira colocação no Nordeste, saltando de 0,204 para 0,615, o que representa um crescimento de 201%, superior à média nacional.  O Ceará se destaca com o maior índice de frequência escolar entre crianças com 5 e 6 anos de idade entre os 26 estados brasileiros e Distrito Federal. Segundo a pesquisa, 96,29% das crianças nessa idade frequentam a escola regularmente. Para se calcular o IDHM, são considerados três indicadores: vida longa e saudável (longevidade), acesso ao conhecimento (educação) e padrão de vida (renda). No caso da renda, é avaliado o rendimento per capita (por pessoa) do município.

 

idhm-dentro 

 

30.07.2013

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil – 85 3466.4898
comunicacao@casacivil.ce.gov.br