Primeira-dama recebe troféu Alanis Maria em solenidade na Câmara Municipal de Fortaleza

19 de Maio de 2015


O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescente, comemorado nesta segunda-feira (18), foi lembrado, em Sessão Solene realizada no auditório da Câmara Municipal de Fortaleza. Na ocasião, diversas personalidades e entidades receberam o troféu Alanis Maria, comenda concedida pela Casa Legislativa.


OnéliaA primeira-dama do Estado, Onélia Maria Leite de Santana, que foi homenageada, agradeceu a honraria e destacou o trabalho realizado para as crianças do Ceará. “Escolhi priorizar a infância devido à importância dessa fase inicial do ser humano. A minha atuação como primeira-dama está na luta pela infância de qualidade e desenvolvimento de suas potencialidades. Para mim, o Estado que prioriza a infância, planta sementes para uma sociedade mais justa, saudável e igualitária”, afirmou. 


Para o vereador Márcio Cruz, autor da comenda, o combate à violência contra a criança e o adolescente deve ser constante. “Não podemos permitir que o crime de exploração sexual permaneça como um dos que mais atingem nossas crianças. Em 2014, conseguimos sancionar, com a presidenta Dilma, a lei que torna crime hediondo esse tipo de crime. E aqui, cumprimento a primeira-dama por atuar, voluntariamente, na área da infância”, disse.


PDama 3Além da primeira-dama do Estado, a deputada federal Maria do Rosário (do Rio Grande do Sul), o Lar Santa Mônica, o Lar Meninas dos Olhos de Deus e a fundadora do Instituto Acesso, Patrícia Austin, também foram agraciadas com o troféu. A Miss Brasil Melissa Gurgel recebeu o título de madrinha do evento e terá a missão de difundir a importância das denúncias contra as crianças e adolescentes, bem como as políticas de punição.


Disque 100

Serviço destinado a receber demandas relativas a violações de Direitos Humanos da infância e adolescência e outros. Cabe, também, orientar acerca de ações, programas, campanhas, direitos e de serviços de atendimento, proteção, defesa e responsabilização em Direitos Humanos disponíveis no âmbito Federal, Estadual e Municipal. Funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive domingos e feriados. A ligação é gratuita e atende ligações de todo o território nacional.

Denúncias

No primeiro trimestre de 2015, o Disque 100 registrou 21.021 denúncias de violações de direitos de crianças e adolescentes. Os casos mais registrados foram de negligência, violência física, violência psicológica e violência sexual. Este último representa a quarta violação mais recorrente denunciada no Disque 100, com 4.480 casos de violência sexual e 21% das demandas relacionadas a violações de direitos de crianças e adolescentes registradas neste período.

Em relação ao perfil, 45% das vítimas são meninas e 20% possuem entre 4 e 7 anos. Em mais da metade dos casos (58%), o pai e a mãe são os principais suspeitos das agressões, que ocorrem principalmente na casa da vítima.

O abuso sexual ocorre quando o agressor, por meio da força física, ameaça ou seduz, usa crianças ou adolescentes para a própria satisfação sexual. Já a exploração sexual é caracterizada pela utilização sexual de meninas e meninos com a intenção de obter lucro. As denúncias de violência sexual também envolvem casos de pornografia infantil, grooming (assédio sexual na Internet), sexting (troca de fotos e vídeos de nudez, eróticas ou pornográficas), exploração sexual no turismo, entre outros.

18.05.2015

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de Reportagem
wiarlen.ribeiro@casacicil.ce.gov.br

Fotos: Ariel Gomes

Ciro Câmara
Gestor de Célula / Secretarias
ciro.camara@casacivil.ce.gov.br

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898