Atletas olímpicos plantam árvores no Parque do Cocó

9 de setembro de 2015

Atletas olímpicos brasileiros embaixadores dos Jogos Escolares da Juventude além de 30 atletas que participam da competição representando dez estados e do Distrito Federal visitaram na manhã desta quarta-feira (9) o Parque Ecológico do Cocó, em Fortaleza. Josuel Santos (basquete), Franklin Roosevelt Bueres Junior (futsal) e Hélia Rogério de Souza Pinto, a conhecida Fofão (vôlei) passearam pelas trilhas guiada por educadores ambientais para conhecer as belezas naturais do Parque e o manguezal.

 

Rjogos-arvores8No início da trilha, cinco mudas foram plantadas pelos atletas. Franklin e Fofão confessaram ser a primeira vez que plantaram uma árvore. Ainda limpando as mãos sujas de areia, o atleta bicampeão de futsal se interessou em saber detalhes sobre os dois estudantes que plantaram a muda araticum-do-brejo com ele. Sulamita, do Rio de Janeiro, e Cledimar Souza, do Amapá, ambos com 13 anos. Ele lembrou que saiu de Osasco, também menino pobre, porém acreditou no sonho, teve determinação e mostrou talento. “O esporte era o que eu queria e não me arrependo. O sonho te dá energia. E fico feliz em passar esse exemplo para essas crianças.”

 

Já a Fofão plantou a muda ao lado de Lindemberg Lima, do Amazonas, e Laura Guedes, do Espírito Santo. O plantio dá continuidade às ações da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) para plantar 1.000 árvores como forma de neutralizar a emissão de gases de efeito estufa durante o evento.

 

O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, acompanhou as equipes no Parque do Cocó e relembrou que em sua juventude foi goleiro da seleção cearense de pólo aquático, em duas competições dos Jogos Escolares. Ele considerou o ato uma demonstração de cidadania e de educação ambiental, frisando o empenho do Comitê em colocar ecologia na pauta dos jogos. “Esta é uma ação importante para que se valorize não somente o Parque Ecológico, mas também para conscientização dos jovens brasileiros. Temos aqui, neste parque – o ‘pulmão’ da nossa capital – um local de encontro, educação ambiental, pesquisa, esporte e lazer. Por isso, estamos reformando para que ele também seja um local de cultura. Esperamos que até o fim deste ano, o nosso governador, Camilo Santana, o regulamente.”

 

Em nome do Comitê Organizador dos Jogos, Cristiana Lobo disse que o ato simbólico mostra os jogos escolares sustentados, com o objetivo de minimizar seus impactos ambientais além dos jovens participarem de atividades sócio-educativas, que ressaltam os benefícios da prática esportiva e os aproximam dos valores olímpicos. Citou ainda o cuidado adequado que estão tendo com os resíduos sólidos e o envolvimento da comunidade local em seu plano de ações de sustentabilidade. Com isso, o evento está colaborando com a geração de renda e postos de trabalho na cidade-sede.

 

O coordenador de educação ambiental da Sema, Ulisses Rolim disse que a Sema e a Seuma são parceiros nessas atividades de gerenciamento dos resíduos produzidos durante o evento. com duas cooperativas da cidade: a Ascajan(Associação dos Catadores do Jangurussu), e a Aran(Associação dos Recicladores Amigos da Natureza).

 

A visitação foi acompanhada pelo gestor do Parque do Cocó, Paulo Lira e pelos educadores ambientais, Ulisses Rolim (Coordenador), Sérgio Mota e Lucas Silva. Os estudantes das escolas públicas de todo o Brasil estão reunidos até o dia 12 de setembro para disputar os jogos da etapa de 12 a 14 anos, em Fortaleza, nas modalidades: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei.

 

 

09.09.2015

 

Elizabeth Rebouças
Assessora de imprensa da Secretaria do Meio Ambiente
85 3101.1235 | 98848.2022
elizabeth.reboucas@conpam.ce.gov.br

 

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa da Casa Civil
Governo do Estado Ceará
85 3466.4898