Número de transplantes de córnea deste ano já supera 2014

29 de outubro de 2015




Este ano, até o terceiro trimestre, os transplantes de córneas superaram o total realizado no mesmo período de 2014 no Ceará. Até setembro, foram realizadas 612 cirurgias desta natureza este ano. Em 2014, de janeiro a setembro foram realizados 594 transplantes. O Ceará reverteu a tendência de queda dos números totais de transplantes de órgãos e tecidos nos dois primeiros trimestres de 2015 e reduziu a diferença em relação ao ano anterior, com o resultado do terceiro trimestre deste ano. Os transplantes de córnea acompanharam essa mesma tendência de queda nos dois primeiros trimestres, com 28 procedimentos a menos que no mesmo período do ano anterior, e recuperação no terceiro trimestre, com 51 transplantes a mais que o terceiro trimestre de 2014. O saldo é de 18 cirurgias a mais em 2015 e sinaliza a possibilidade da quebra do recorde de 195 transplantes de córnea em 2011, dependendo dos números do quarto trimestre deste ano.



O transplante de córnea é o mais realizado em todo o mundo. De acordo com o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), o Brasil realizou no primeiro semestre deste ano 6.585 procedimentos deste tipo, número menor apenas que o de transplantes de ossos, com total de 10.144 no período. O Ceará é o quinto estado que mais realiza transplantes de córnea no Brasil e primeiro do Norte e Nordeste, tanto em números absolutos quanto proporcionalmente, entre 24 estados que realizam esse procedimento no país. Conforme o RBT, no primeiro semestre do ano o Ceará realizou 371 transplantes de córnea e foi superado por São Paulo (2.289), Minas Gerais (668), Paraná (463) e Rio Grande do Sul (387). Proporcionalmente, o Ceará realizou 83,6 transplantes de córnea por milhão da população (pmp), atrás do Distrito Federal (148,7), São Paulo (104,0), Goias (101,2) e Santa Catarina (96,9).



No Ceará, desde a implantação da Central de Transplantes de Secretaria da Saúde do Estado, em 1998, foram realizados 6.610 procedimentos até 2014, o que corresponde a 58% de todos os 11.404 transplantes de órgãos e tecidos realizados no Estado até o ano passado. Atualmente são 15 centros transplantadores de córnea no Ceará, 12 em Fortaleza e mais três nos municípios de Barbalha, Crato e Sobral. Há, ainda, 62 hospitais notificantes em todo o Estado. Neles são feitas as captações de córneas de doadores com morte encefálica e, também, com parada cardíaca, caso em que somente córnea, pele e osso podem ser doados. As córneas captadas alimentam o Banco de Olhos do Hospital Geral de Fortaleza (HGF).



Fundado em 30 de Janeiro de 2006, o Banco de Olhos do HGF é único banco de tecidos oculares do estado do Ceará. O Banco de Olhos funciona 24 horas por dia e atua em Fortaleza e nas cidades de Sobral e Juazeiro do Norte. É credenciado pelo Sistema Nacional de Transplantes, dentro dos padrões da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e está subordinada à Central Nacional de Captação e Distribuição de Órgãos. É responsável pela retirada, transporte, avaliação, classificação, preservação, armazenamento e disponibilização dos tecidos oculares doados. Ao disponibilizar tecido para transplante, o Banco de Olhos comunica à Central de Transplantes, que destina as córneas aos pacientes a serem transplantados, de acordo com a ordem na fila de espera, que hoje tem 568 pacientes ativos.
 


Transplantes de córnea ? 2014/2015

Ano/mês

Jan

Fev

Mar

Abril

Maio

Junho

Julho

Agosto

Setembro

Total

2014

77

67

61

76

55

68

89

46

55

594

2015

73

66

61

61

50

60

83

75

83

612



29.10.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel
selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br   / (85) 3466.4898