Consciência Negra: teatros cearenses oferecem programação especial

11 de novembro de 2015

 

Em homenagem ao Mês da Consciência Negra, celebrado em novembro, o Cineteatro São Luiz traz, neste mês, uma programação especial. Nove curtas-metragens brasileiros, que fazem referências à data comemorativa, serão exibidos gratuitamente no equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). Os filmes serão exibidos na conhecida sessão Café com Curtas, que acontece às 12h30, durante duas quintas (12 e 26/11) e sextas-feiras (13 e 27/11) de novembro. Neste sábado (14), às 13h, haverá também a exibição do  documentário “Negro Lá Negro Cá” (2015), dirigido pelo cineasta Eduardo Cunha, com sessão gratuita seguida de debate.

 

Outros equipamentos da Secult que também recebem programação pelo Mês da Consciência Negra são o Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454 – Centro) e o Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525- Centro). Nesta quarta-feira (11), às 19h, o primeiro equipamento recebe o espetáculo “Tempero Tempo”, da bailarina Elane Fonseca. Nele, a artista compartilha vivências de atravessamentos e encruzilhadas dançando com orixás, saboreando o tempero da negritude.

 

Já o TJA recebe o espetáculo de teatro “Todo Camburão Tem Um Pouco De Navio Negreiro”, do Grupo Nóis de Teatro, às 16h. A apresentação gratuita acontece na calçada do teatro e faz parta da programação do VI Festival Popular de Teatro de Fortaleza, apoiado pela Secult, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

 

 

Exibição de filmes no São Luiz

 

Filmes que retratam desde as manifestações e os costumes da cultura afro até a questão do racismo no País. O mês no São Luiz será dedicado a uma programação tematicamente rica da sétima arte brasileira. Na semana anterior e posterior à data de 20 de novembro, o público poderá conferir uma mostra de curtas-metragens, na sessão Café com Curtas, dedicada à data comemorativa (conferir abaixo programação completa). “Serão exibidos oito curtas, mas de forma alternada, de forma que todos possam conferir os filmes nas semanas”, destaca o curador do Cineteatro São Luiz, Duarte Dias.

 

Neste sábado (14), às 13h, a mostra especial será complementada com a exibição gratuita do curta-documentário “Negro Lá Negro Cá” (2015), dirigido pelo cineasta Eduardo Cunha, com sessão gratuita. O filme mostra a visão de quatro imigrantes africanos, residentes em Fortaleza – CE, sobre o que é o racismo, o que eles pensam sobre o assunto e como lidam com a relação de opressão.

 

O filme, que será seguido de debate com os realizadores do filme, fará parte da programação do projeto de formação “Roteiro documental de Fortaleza – Culturas Africanas e Afro-brasileiras” de formação que busca problematizar a questão africana e afro-brasileira em Fortaleza por meio de acervos documentais (arquivístico, museológico, natural, iconográfico, audiovisual e arquitetura) e equipamentos culturais (Arquivo Público, Passeio Público, Museu do Ceará, Academia Cearense de Letras, Igreja do Rosário e Cine São Luiz). O enfoque é integrar equipamentos culturais, documentos e linguagens em torno de um eixo temático transversal e interdisciplinar que permita uma visão histórica, educacional, sociológica, antropológica, urbana sobre o mundo africano e afro-brasileiro presente na cidade Fortaleza.

 

 

Programação Café Com Curtas – Especial Dia da Consciência Negra

 

12/11 (Quinta-feira) – 12h30 – Classificação Indicativa: 14 anos

(Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: 14 anos | Duração: ? 70 min)

 

O Cadeado

RO CadeadoDe Leon Sampaio | Brasil  | 12’ | Ficção | 2012

Sinopse: Escola pública, zona rural. Um cadeado bloqueia a entrada de alunos e professores.

 

Rio de Mulheres

De Cristina Maure e Joana Oliveira | Brasil | Duração: 21’ | Documentário | 2009

Sinopse: Em um ambiente muito seco, onde a água é escassa, mulheres vivem suas vidas em meio a crianças e outras mulheres.

 

O Refugiado

De Rui Cardoso | Portugal | 13’ | Animação | 2012

Sinopse: A atribulada fuga de um jovem africano à procura de um mundo melhor, onde a guerra não faça parte do dia-a-dia. Uma animação que nos deixa sem fôlego enquanto acompanhamos esta viagem amarga.

 

Eu Tenho A Palavra

De Lilian Solá Santiago | Brasil | 26’ | Documentário | 2010

Sinopse: O antigo reino do Congo foi a origem da maioria dos africanos escravizados no Brasil que, no cativeiro, criaram diversos dialetos para se comunicar livremente. Uma viagem linguística em busca das origens africanas da cultura brasileira.

 

 

13/11 (Sexta-feira) – 12h30 – Classificação Indicativa: 14 anos

(Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: 14 anos | Duração: ? 70 min)

 

Rosal da Liberdade

De Marilena Lima | Brasil | 20’ | Documentário | 2011

Sinopse: Premiado pelo VIII Edital Ceará de Cinema e Vídeo 2010/2011, o documentário trás relatos sobre as hostilidades dos donos de fazenda contra homens, mulheres e crianças negras submetidos a tratamento humilhante nas senzalas. Historiadores analisam as circunstâncias e as conveniências que marcaram a abolição da escravatura no Ceará. “Rosal da Liberdade” registra ainda a ultima entrevista de Abdias Nascimento, ícone da luta contra o racismo no Brasil que faleceu em 2011.

 

O Gigante do Papelão

De Bárbara Tavares | Brasil | 11’ | Documentário | 2010

Sinopse: “O Gigante do Papelão” é um curta documentário que conta a história da arte do artista plástico Sérgio Cezar e seu poder de transformação. Sérgio, também conhecido como o Arquiteto do Papelão, usa materiais descartados e lixo, para recriar casas, favelas e cidades inteiras.

 

Tejo Mar

RTejo MarDe Bernard Lessa | Brasil | 22’ | Ficção | 2013

Sinopse: João está terminando sua temporada no Rio de Janeiro. Em sua última semana desse lado do oceano, ele sente na pele a ansiedade da namorada portuguesa enquanto redescobre o Rio de Janeiro no qual chegou há 10 anos.

 

Caixa D’água: Qui-lombo É Esse?

De Everlane Moraes Santos | Brasil | 15’ | Documentário | 2012

Sinopse: Documentário sobre a necessidade do resgate mnemônico das histórias de vida de uma comunidade quilombola aracajuana, que resiste em meio à urbanização desenfreada da cidade, estando o foco do trabalho na preservação da oralidade das cinquenta e cinco pessoas entrevistadas e na valorização da cultura negra sergipana.

 

26/11 (Quinta-feira) – 12h30

(Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: 14 anos | Duração: ? 70 min)

 

Rosal da Liberdade

De Marilena Lima | Brasil | 20’ | Documentário | 2011

Sinopse: Premiado pelo VIII Edital Ceará de Cinema e Vídeo 2010/2011, o documentário trás relatos sobre as hostilidades dos donos de fazenda contra homens, mulheres e crianças negras submetidos a tratamento humilhante nas senzalas. Historiadores analisam as circunstâncias e as conveniências que marcaram a abolição da escravatura no Ceará. “Rosal da Liberdade” registra ainda a ultima entrevista de Abdias Nascimento, ícone da luta contra o racismo no Brasil que faleceu em 2011.

 

O Cadeado

RO CadeadoDe Leon Sampaio | Brasil | 12’ | Ficção | 2012

Sinopse: Escola pública, zona rural. Um cadeado bloqueia a entrada de alunos e professores.

 

Eu Tenho A Palavra

De Lilian Solá Santiago | Brasil | 26’ | Documentário | 2010

Sinopse: O antigo reino do Congo foi a origem da maioria dos africanos escravizados no Brasil que, no cativeiro, criaram diversos dialetos para se comunicar livremente. Uma viagem linguística em busca das origens africanas da cultura brasileira.

 

Tejo Mar

RTejo MarDe Bernard Lessa | Brasil | 22’ | Ficção | 2013

Sinopse: João está terminando sua temporada no Rio de Janeiro. Em sua última semana desse lado do oceano, ele sente na pele a ansiedade da namorada portuguesa enquanto redescobre o Rio de Janeiro no qual chegou há 10 anos.

 

 

27/11 (Sexta-feira) – 12h30

(Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: 14 anos | Duração: ? 70 min)

 

Rio de Mulheres

De Cristina Maure e Joana Oliveira | Brasil | 21’ | Documentário | 2009

Sinopse: Em um ambiente muito seco, onde a água é escassa, mulheres vivem suas vidas em meio a crianças e outras mulheres.

 

O Refugiado

De Rui Cardoso | Portugal | 13’ | Animação | 2012

Sinopse: A atribulada fuga de um jovem africano à procura de um mundo melhor, onde a guerra não faça parte do dia-a-dia. Uma animação que nos deixa sem fôlego enquanto acompanhamos esta viagem amarga.

 

O Gigante Do Papelão

De Bárbara Tavares | Brasil | 11’ | Documentário | 2010

Sinopse: “O Gigante do Papelão” é um curta documentário que conta a história da arte do artista plástico Sérgio Cezar e seu poder de transformação. Sérgio, também conhecido como o Arquiteto do Papelão, usa materiais descartados e lixo, para recriar casas, favelas e cidades inteiras.

 

Caixa D’água: Qui-lombo É Esse?

De Everlane Moraes Santos | Brasil | 15’ | Documentário | 2012

Sinopse: Documentário sobre a necessidade do resgate mnemônico das histórias de vida de uma comunidade quilombola aracajuana, que resiste em meio à urbanização desenfreada da cidade, estando o foco do trabalho na preservação da oralidade das cinquenta e cinco pessoas entrevistadas e na valorização da cultura negra sergipana.

 

 

SERVIÇO::

Cineteatro São Luiz Fortaleza
Endereço: Rua Major Facundo, 500. Centro – Praça do Ferreira – Fortaleza.
Telefone: (85) 98799.1723

Teatro Carlos Câmara
Rua Senador Pompeu, 454 – Centro

Theatro José de Alencar
Rua Liberato Barroso, 525 – Praça José de Alencar – Centro
Telefone: (85) 3101.2596

 

11.11.2015

Coordenação de  Comunicação da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará
Dalwton Moura, Clovis Holanda, Lucas Benedecti, Paula Candice / (85) 3101.6761

(85) 3101-6761
Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

 

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898