Hospital César Cals alerta sobre a prevenção de infecções

12 de Maio de 2016

Maio é um mês importante para o controle de infecção hospitalar. O destaque vai para o dia 5, dedicado à higienização das mãos, e o dia 15, Dia Nacional de Controle de Infecção Hospitalar. Pensando nisso, o Hospital Geral Dr. César Cals, da rede pública do Governo do Estado, por meio do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) e da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), realiza na segunda-feira (16), a partir de 9h, uma manhã voltada para disseminação das boas práticas, cuidados com a higienização das mãos e orientações aos profissionais das áreas assistenciais com foco no controle de infecções hospitalares.

A programação consta de visita aos blocos, enfermarias, ambulatórios, numa abordagem direta com os profissionais para entrega de panfletos com orientação e conversas sobre a prevenção de infecção. A atividade tem por fim verificar, orientar e informar sobre os cuidados para evitar e diminuir a infecção hospitalar, a partir do reforço das práticas de segurança do paciente, recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como a higienização das mãos e as precauções de contatos, entre outras. Segundo o médico Eduilton Girão, coordenador da CCIH, a prevenção maior se dá pela correta higienização das mãos, que deve ser feita sistematicamente por todos os profissionais, principalmente os que estão diretamente envolvidos com o paciente, antes e depois o contato.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, para a segurança do paciente, a prevenção das infecções relacionadas com a assistência à saúde deve ser promovida constantemente nas unidades de saúde. Dessa maneira, o Hospital César Cals busca trabalhar rotineiramente diversas atividades de formação e qualificação profissional. Além das referidas ações rotineiras, são desenvolvidas atividades de divulgação especial sobre prevenção, orientações, palestras, cursos e acompanhamento das condutas, entre outras ações.

As ações de prevenção e controle de infecção no Hospital César Cals são permanentes e seguem as condutas definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e pelo Ministério da Saúde, por meio de protocolos, normas, rotinas, vigilância epidemiológica, higienização das mãos e protocolo de uso racional de antibióticos. São adotadas também as normas internacionais do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, órgão com sede em Atlanta, nos Estados Unidos, com atuação mundial.

 

12.05.2016

Assessoria de Comunicação do HGCC
Wescley Jorge
ascom@hgcc.ce.gov.br / 85 3101.5323
Facebook.com/HospitalGeralCesarCals
Twitter: @Hosp_CesarCals

Assinatura coornenadoria matérias