Ceja Gilmar Maia realiza I Exposição de Maquetes de Grandes Obras da Arquitetura Mundial

22 de junho de 2016

Dedicação, paciência e mãos firmes foram as peças fundamentais que 32 estudantes do Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Professor Gilmar Maia de Souza, de Fortaleza, utilizaram para realizar a I Exposição de Maquetes de Grandes Obras da Arquitetura Mundial, que acontece na própria escola até quinta-feira (23), das 7 às 22h.

A mostra é resultado do projeto “O uso de maquetes para a construção do saber interdisciplinar”. O objetivo é mediar a produção de conhecimentos, envolvendo várias áreas do saber, para a montagem e apresentação de réplicas de monumentos marcantes mundialmente.

Para o estudante da disciplina de História, Antônio Cordeiro, além da aprendizagem interdisciplinar, a convivência foi um dos fatores mais importantes. “Não tenho dúvida de que esse trabalho serviu para aprimorar meus conhecimentos em outras áreas de estudo. Hoje sei mais da história dos monumentos, mas na minha opinião, uma das coisas que mais me marcou foi a inter-relação entre os participantes. Hoje conheço vários estudantes e professores do Ceja”, afirma o estudante criador da maquete que representa a Estátua da Liberdade.

Por meio do Ceja, a Secretaria da Educação (Seduc) garante o acesso à educação básica na modalidade  semipresencial aos jovens e adultos que, por algum motivo, deixaram de estudar na idade certa.“A equipe gestora da escola fica muito feliz em conviver com um projeto como esse, por ser uma escola diferenciada. Os nossos alunos buscam muito a certificação, o perfil deles é muito itinerante, mas com o projeto passaram a frequentar mais a escola, passar o dia inteiro, durante vários dias, para dar continuidade à montagem das maquetes. Isso faz com que os estudantes se tornem mais participativos na escola e interajam entre si”, ressalta a diretora Amélia Rolim.

Projeto

O projeto é constituído de três fases. A primeira, teórica, foi realizada no mês de abril, quando os estudantes fizeram, individualmente, uma pesquisa interdisciplinar sobre o monumento arquitetônico que cada um ficaria responsável. Na segunda, a etapa prática, os alunos realizaram as montagens das obras. A terceira fase é a exposição coletiva das obras. Os alunos tiveram auxílio dos professores de matemática, história, geografia, física, química, biologia e das línguas portuguesa e inglesa.

Ao todo, 19 monumentos da arquitetura, pertencentes a diferentes continentes, estão sendo expostos:


Europa (8 monumentos): Arco do Triunfo, Torre Eiffel, Catedral de Notre Dame, Big Ben, Tower Bridge, Torre de Pisa, Partenon e Basílica de São Pedro.

África (3 monumentos): Pirâmides (2) e Esfinge.

América (3 monumentos): Estátuas da Ilha de Páscoa, Estátua da Liberdade e Pirâmide Maia.

Ásia (4 monumentos): Muralha da China, Basílica de Santa Sofia, Templo Horiuji e Catedral de São Basílio.

Oceania (1 monumento): Teatro Ópera

Exposição na Seduc

A direção da escola pretende expor os 19 monumentos no prédio da Secretaria da Educação (Seduc), entre o final do mês de junho e início do mês de julho.

Diferencial

O Ceja Professor Gilmar Maia de Souza realiza todos os meses diferentes oficinas de artes. Podem participar alunos e pessoas da comunidade próxima à escola. As inscrições são feitas no período destinado pela gestão escolar.

Educação de Jovens e Adultos

O atendimento na Educação de Jovens e Adultos (EJA) semipresencial é voltado a jovens e adultos, a partir de 15 anos para o ensino fundamental, e 18 anos para o ensino médio. São 32 Centros de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) na rede estadual cearense.

 

22.06.2016

Assessoria de Comunicação da Seduc
imprensa@seduc.ce.gov.br

Assinatura coornenadoria matérias