Lançamento de protocolo do SAMU abre Semana do AVC

28 de outubro de 2016

O lançamento do Protocolo de Atendimento Pré-Hospitalar ao paciente vítima do AVC do SAMU 192 Ceará abre nesta segunda-feira (31) a programação da Semana de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral, que a Secretaria da Saúde do Estado e o Comitê Estadual de Atenção ao AVC promovem até a sexta-feira (4). Orientado pelo Ministério da Saúde para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o protocolo trata da padronização da intervenção e da regulação médica dos casos de AVC, bem como do relatório de atendimento específico do agravo. O lançamento acontecerá às 14 horas, no auditório do Núcleo de Educação Permanente (NEP) do SAMU 192 Ceará, Rua da Paz, 29, Centro, Eusébio.

O neurologista e presidente do Comitê Estadual de Atenção ao AVC, João José de Carvalho, calcula que somente 21% dos pacientes chegam a tempo de receber o tratamento trombolítico nas emergências e menos de 10% são conduzidos pelo SAMU, que é acionado em apenas 12% dos casos. Em relação a 2015, o SAMU 192 Ceará já foi mais acionado pela população em 2016 para atendimento de casos de AVC. Foram 760 atendimentos a chamadas no ano passado em todo o Ceará e, este ano, 819 atendimentos até setembro. Quanto mais rápido o paciente for socorrido de forma adequada, maior a possibilidade de prognóstico favorável. No AVC, o atendimento rápido e adequado evita que o cérebro sofra maiores danos e representa toda a diferença entre viver ou morrer.

A principal característica do AVC é a manifestação súbita dos seguintes sintomas: perda da força ou da sensibilidade em um dos lados do corpo, dificuldade para falar ou compreender, perda visual, particularmente se for só de um olho, tontura, vertigem ou dificuldade no equilíbrio e dor de cabeça sem causa aparente. Muitos pacientes e familiares demoram a identificar os sintomas e sinais de um AVC, o que atrasa a chegada à unidade de saúde para o socorro e assistência. Em casos de identificação dos sintomas, o SAMU deve ser acionado imediatamente.

Programação

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 5 milhões de pessoas morrem todos os anos devido ao AVC. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, esse número é de aproximadamente 100 mil, sendo a primeira causa de morte e incapacidade, com enorme impacto econômico e social. No Ceará, o número de óbitos por AVC foi de 4.598 em 2013, de 4.424 em 2014 e de 4.716 no ano passado. Na rede pública estadual, três hospitais fazem atendimento especializado em AVC: Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e o Hospital Waldemar Alcântara, na capital, e o Hospital Regional do Cariri (HRC), em Juazeiro do Norte.

O Dia Mundial do AVC (World Stroke Day, em inglês) é comemorado anualmente em 29 de outubro. A data tem a finalidade de conscientizar as pessoas sobre as formas de prevenção da doença cerebral que mais mata no Brasil. Em 2016, o tema do Dia Mundial do AVC é “Encare os fatos: o AVC é tratável”. No Ceará, a Secretaria da Saúde do Estado e o Comitê Estadual de Atenção ao AVC programaram uma semana de atividades para marcar a data (veja quadro).

28.10.2016

Assessoria de Comunicação da Sesa
Cristiane Bonfim / Marcus Sá / Helga Rackel
(85) 3101.5221/ 3101.5220
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Expediente imprensa 10out-01