Em 2016, HGCC realizou 28 mil atendimentos de fisioterapia neonatal

19 de Janeiro de 2017

O atendimento no Centro de Neonataologia do Hospital Geral Dr. César Cals, da rede pública do Governo do Estado, compreende uma estrutura montada para proporcionar tecnologia, profissionalismo e humanização. Tudo isso por meio de uma equipe multiprofissional formada por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas, técnicos em enfermagem, fonoaudiólogos e fisioterapeutas, entre outros.

No César Cals, o atendimento de fisioterapia é direcionado aos bebês internados no Centro de Neonatalogia, onde funcionam a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), a Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo) e a Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa). Em 2016, foram realizados 28.822 atendimentos. Um aumento em relação a 2015, quando foram  20.685 atendimentos.

A fisioterapeuta Goretti Oliveira da Silveira explica que a fisioterapia atua para prevenir algumas deformidades, como também o atraso do desenvolvimento, intervir no desenvolvimento neuropsicomotor e respiratório e as possíveis complicações por conta da prematuridade, especialmente nos casos extremos. “Como o bebê é prematuro em todos os sistemas, como neurológico, imunológico, digestório, respiratório, a fisioterapia tem com prevenir as agressões do meio e do ambiente, quando eles deveriam ter um desenvolvimento intrauterino, tentando uma aproximação da normalidade”, ressalta.

Uma das principais ações diz respeito à sucção do leite, pois os recém-nascidos prematuros não possuem coordenação motora para mamar diretamente no peito da mãe. Com a fisioterapia, é feita uma intervenção para que as dificuldades não sejam evidenciadas e haja prejuízos. São trabalhados o controle postural do bebê, a função respiratória e psicomotora, além de alongamentos.

Os recém-nascidos que não ficam na UTI, mas no alojamento conjunto, ao lado da mãe, também recebem atendimentos, principalmente voltado para o controle da postura relacionada com a amamentação, para o correto posicionamento do bebê junto à mama. Além disso, as mães e familiares recebem orientações para a continuidade.

O atendimento de fisioterapia neonatal é realizado diariamente. Cada bebê pode receber até dois atendimentos por dia. Há casos em que pode haver mais de dois, conforma a prescrição médica.

 

Foto: Assessoria de Comunicação do HGCC

 

Assessoria de Comunicação do HGCC
Wescley Jorge
ascom@hgcc.ce.gov.br / 85 3101.5323
Facebook.com/HospitalGeralCesarCals
Twitter: @Hosp_CesarCals