Lacen faz exames para diagnóstico e tratamento da tuberculose

24 de março de 2017 # # #

banner site lacen atendimento tuberculose

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa e sua transmissão é direta, de pessoa para pessoa. Doentes não tratados costumam eliminar grande quantidade de bactérias no ambiente ao tossir, falar ou espirrar. Esses microrganismos podem ser transmitidos via aérea para pessoas saudáveis e provocar o adoecimento. Esta sexta-feira, 24 de março, é o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose. O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), do Governo do Ceará, que realiza baciloscopia, exames de cultura de escarro e testes de sensibilidade para confirmação da doença, ressalta a importância do diagnóstico para controlar a tuberculose e evitar o contágio.

O laboratório fez 6.119 exames no ano de 2016. Deste total, foram 746 baciloscopias, método prioritário e que permite identificar o doente bacilífero. O exame é oferecido nas unidades primárias de saúde. Os exames de cultura, indicado para os pacientes com suspeita de tuberculose pulmonar e negativos a baciloscopia, somam 4.663, com 630 laudos positivos para tuberculose. Já os testes – aqueles que analisam a resistência das bactérias – tiveram o montante de 710. “Algumas bactérias podem ficar resistentes à medicação, prejudicando assim o tratamento e a cura do paciente. O teste auxilia na escolha da melhor droga para o tratamento”, explica Carlos Assao, farmacêutico do Lacen.

A pessoa diagnosticada precocemente com tuberculose inicia mais cedo o tratamento e diminui a chance de transmissão da doença. “O tratamento quebra a cadeia de transmissão da doença e diminui o problema da tuberculose na comunidade.”, enfatiza o farmacêutico. Febre, suores noturnos, tosse, falta de ar, cansaço e perda de peso são alguns dos sintomas da tuberculose. “Percebido os indícios é muito importante que a pessoa vá a uma unidade de saúde”, alerta.

Além de realizar os exames laboratoriais, o Lacen foi habilitado em 2015 pelo Ministério da Saúde para coordenar as unidades que realizam os testes rápidos de tuberculose, através do GeneXpert, um equipamento de alta sensibilidade e especificidade que diminuem as chances de um laudo falso negativo e ainda indica se o paciente tem resistência aos medicamentos utilizados no tratamento. Nos anos de 2015 e 2016 foram realizados 16.799 testes rápidos, com 2.485 laudos positivos.
24.03.2017

Assessoria de Imprensa – Lacen/ IPC / CIDH
Suzana de Araújo Mont’Alverne
(85) 3101-1488
suzana.alverne@lacen.ce.gov.br

Núcleo de comunicação

  • Assessor Especial de Comunicação Chagas Vieira
  • Coordenadora de Imprensa Ana Cristina Cavalcante
  • Porta-voz Thiago Cafardo
  • Gestora de Conteúdo Wania Caldas
  • Gestor de Fotografia José Wagner
  • Fotografia Oficial Carlos Gibaja
  • Gestores de Secretarias Ciro Câmara Ana Martins Sabrina Lima
  • Comunicação Institucional Giselle Dutra
  • Gestor de Rádio Lúcio Filho
  • Gestor de TV Weberte Lemos
  • Gestor de Web Bruno Bacs
  • Gestor de Reportagem Wilson Zanini
  • Reportagem André Victor Rodrigues Thiago Sampaio Caio Faheina
  • Assessoria Primeira Dama Déborah Vanessa Wiarlen Ribeiro
  • Fotografia Ariel Gomes Marcos Studart Tiago Stille Nívia Uchôa Lia de Paula
  • Mídia Sociais Alyne Castro Daniel Santos Yuri Lobato