Agosto dourado: leite materno é alimento completo e seguro para saúde do bebê

14 de agosto de 2017 # # # #

Fotos: Assessoria de Comunicação do HGF Assessoria de Comunicação do HGF Débora Morais (85) 3101.7086 / 98726.1212 debora.morais@hgf.ce.gov.br Twitter: @Hospital_HGF

O Hospital Geral de Fortaleza (HGF), da rede pública do Governo do Ceará, realiza até o próximo dia 30, diferentes atividades em referência ao Agosto Dourado, mês dedicado ao incentivo à amamentação. Na programação, mobilização no shopping e hospital, orientando a população sobre a importância e os benefícios do aleitamento para mãe e bebê, doação de leite materno e arrecadação de frascos de vidro com tampas de plástico para armazenamento do leite doado ao Banco de Leite Humano do HGF.

A amamentação fortalece o vínculo entre mãe e filho e a saúde de ambos, como também pode ajudar a outras crianças. A Neonatologia do HGF tem 34 leitos de alto e médio risco e uma unidade Mãe Canguru. Atualmente, 40 recém-nascidos estão internados na UTI Neonatal e precisam diariamente de 8 litros de leite materno. São bebês prematuros, com má formações ou doenças graves que necessitam de cuidados médicos especiais. O leite materno ajuda na recuperação da saúde dessas crianças.

Assim como o pequeno Heitor Matteo, de 39 dias de nascido. Ele esteve internado na Unidade de Terapias Intensivas Neonatais (UTIN). Heitor nasceu prematuro e com baixo peso. Devido à condição clínica instável do bebê, o que dificultava garantir a amamentação dele, a mãe Ana Beatriz Vieira, 23, encontrou apoio no banco de leite do hospital e passou a coletar o próprio leite para alimentar o filho, como também a doar leite materno para ajudar a outros bebês hospitalizados.

“Foi bem difícil minha situação com meu filho porque ele nasceu com baixa oxigenação do sangue, não conseguia respirar sozinho. Em alguns momentos, eu achei que não ia conseguir, pois até transfusão de sangue ele teve que fazer. Foi então que, tirando força da doação de leite que fazia para os bebês que precisavam de ajuda, assim como o meu, que comecei a superar esse momento. Isso tudo é um aprendizado pra gente, pois nós apoiamos umas às outras”, fala.

Alimento seguro

O leite materno é o melhor e o mais completo alimento para o bebê. O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendam o aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses de vida do bebê e indica a amamentação até os dois anos de idade ou mais. A pediatra responsável pela unidade Canguru do HGF, Dilma Veras, explica que a doação de leite materno é de extrema importância para o desenvolvimento do bebê.

“A doação de leite, por parte de quem tem esse privilégio, é de suma importância para o bebê, principalmente ele se encontrando na UTI. A distância entre a mãe e seu recém-nascido é muito prejudicial para ela, no que diz respeito à produção de leite, a mãe precisa de um estímulo. Nós da unidade Canguru, assim como a equipe da UTIN e do banco de leite, orientamos às mães e incentivamos à doação de leite humano”, explica a pediatra.

Atualmente, Heitor Matteo está com a mãe na unidade Canguru do HGF, apenas para ganhar peso, uma vez que Ana Beatriz já consegue amamentá-lo normalmente. História semelhante vive a mãe de primeira viagem Luciane da Silva, 29. Há 24 dias, ela deu à luz à Débora Acsa, que nasceu prematura de 29 semanas, após ter a gestação interrompida devido a uma pré-eclâmpsia grave, sendo necessário realizar um parto de urgência para salvar a vida da filha. As duas também estão internadas no Canguru, onde Débora está ganhando peso para poder ir para casa. “Foi um susto muito grande para mim. Minha filha ainda está sendo alimentada com sonda e não vejo a hora de tê-la nos meus braços e amamentá-la, mas enquanto isso não acontece, eu vou ajudando a outras mães que precisam de leite para seus filhos”, diz.

“Os índices sobre aleitamento materno vêm melhorando consideravelmente graças às campanhas. Antes de 2006, por exemplo, as mulheres amamentavam numa média de três meses, hoje esse número é bem mais significativo. A nossa ideia durante o Agosto Dourado é levar esse debate além dos muros do hospital, onde faremos palestras em praças e shoppings para a maior fomentação do assunto”, ressalta a enfermeira do Banco de Leite Humano do HGF, Ana Márcia Bustamante.

Acolhimento

O HGF é um hospital terciário e atende também a gestantes de alto risco e bebês prematuros, com má formações e doenças graves. Na neonatologia, as mães são acolhidas na sala de ordenha, que funciona 24 horas, sendo acompanhadas e orientadas sobre como coletar o leite materno, tanto para o consumo do filho internado e/ou para doação.

O Hospital Geral de Fortaleza é reconhecido pelo Ministério da Saúde como Hospital Amigo da Criança. Investe em importantes ações como o Projeto Nascer que objetiva o acolhimento, aconselhamento, a realização do teste rápido para HIV e o manejo clínico de parturientes HIV positivo e crianças expostas, fornecendo antirretroviral AZT, inibidores de lactação e fórmula láctea para os filhos.

Doe leite materno

Toda mãe que amamenta pode ajudar a manter o estoque do Banco de Leite Humano do HGF e ajudar os bebês hospitalizados. Para doar, a mãe pode ir até o banco de leite do hospital ou ligar para o (85) 3101-3335 e solicitar a coleta do leite materno na própria residência. O HGF tem um veículo que recolhe o leite todos os dias da semana, em dois turnos. As equipes levam às mães um kit doação para realizar a ordenha de forma correta.

O Banco de Leite Humano do HGF atende de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas, e realiza frequentemente campanhas para a arrecadação de frascos de vidro, usados para armazenar o leite materno doado. Os vidros doados devem ter tampa de plástico, como aqueles de maionese ou de café solúvel.

Programação Agosto Dourado – HGF

Dia 15, às 7 horas
Campanha para a arrecadação de frascos de vidro com tampa de plástico para coleta de leite materno no HGF.

Dias 16, 17 e 18, às 10 horas
Orientação à população sobre a doação de leite e o trabalho desenvolvido pelo banco de leite do HGF, Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) e unidade Canguru, além da captação de doadoras, no Shopping RioMar Fortaleza.

Dia 25, às 14 horas
Palestra sobre amamentação, no Shopping RioMar Fortaleza.

Dia 26, às 8 horas
Ação social no Projeto “Marco Zero”, para sensibilização da população sobre a doação de leite, amamentação e arrecadação de frascos de vidro com tampa de plástico para coleta do leite materno, no Pólo de Lazer do Conjunto Ceará.

Dia 30, às 8 horas
Debate sobre a cultura da amamentação e as formas de contribuição da sociedade, no auditório principal do HGF.