Hospital de Messejana promove ação sobre uso do marcapasso

21 de setembro de 2017 # # #

Milena Fernandes -Assessoria de Comunicação do Hospital de Messejana
(85) 3101-4092 / 98841.3091

23 de setembro é o Dia do Portador do Marcapasso. Para orientar a população sobre como identificar a frequência cardíaca e detectar alterações nos batimentos do coração, profissionais do Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, do Governo do Ceará, realizarão ação educativa nesta sexta-feira (22), às 8 horas, na Praça dos Estressados, Av. Beira Mar.

Além da distribuição de folhetos, haverá aferição de pressão arterial, orientações sobre reanimação e utilização de desfibrilador automático, para fazer avaliação de risco cardiovascular pelo IMC e cintura abdominal, medir a glicemia capilar e realizar eletrocardiograma. A cardiologista do setor de marcapasso do Hospital de Messejana, Neyle Craveiro, explica que será uma grande oportunidade para ensinar a população como medir a frequência cardíaca por meio da medição de batimentos no pulso. “É possível detectar mudanças no ritmo de batidas do coração, que podem representar sinais de arritmias e doenças cardíacas, como a insuficiência cardiovascular”, diz.

Com essas atividades, a intenção é desmistificar o marcapasso. Muitos leigos acreditam que o portador do dispositivo não pode fazer atividades corriqueiras, tendo um dia a dia extremamente limitado, o que não é verdade. “Queremos ajudar os pacientes a entender qual o tipo de marcapasso ideal, como proceder nas situações do dia a dia e saber identificar as alterações no batimento cardíaco que podem ser indicativos de doenças cardíacas”, reforça a cardiologista.

Este ano, o tema da campanha nacional é “Tome uma medida de pulso”, promovida pela Associação Brasileira de Arritmia, Eletrofisiologia e Estimulação Cardíaca Artificial (ABEC). De acordo com a ABEC, no Brasil, existem atualmente 350 mil pessoas portadoras de marcapasso e, a cada ano, em torno de 39 mil novos dispositivos são implantados pelo SUS, convênios e particulares. Em média, 300 pacientes são atendimentos por mês no ambulatório do Hospital de Messejana e cerca de 50 cirurgias mensais são realizadas para implantação de marcapasso.