PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Laboratório de Inovações em Educação na Saúde seleciona projetos do Ceará

7 de março de 2018 - 11:00 # # #

Cristiane Bonfim/ Marcus Sá / Helga Rackel - Assessoria de Comunicação da Sesa

O Ceará classificou três projetos na primeira fase do Laboratório de Inovações em Educação na Saúde, com foco em Educação Permanente em Saúde, entre as 45 experiências habilitadas para a segunda fase de seleção, que acontece de 6 a 8 de março, em Brasília, com a realização de um seminário. Programa Bolsa de Incentivo à Educação na Rede Sesa (Proensino/Sesa), Sistema de Regulação das Práticas de Ensino na Saúde, experiências apresentadas pela Secretaria da Saúde do Ceará, e Mobilização, Sensibilização para a Institucionalização do Conselho de Saúde Local no Crato, da Universidade Regional do Cariri (Urca) e Secretaria Municipal de Saúde do Crato são as experiências cearenses selecionadas.

No seminário em Brasília, a comissão de avaliação, integrada por pesquisadores do tema e representantes de entidades do setor saúde, selecionará 30 práticas que serão visitadas no território e marcará a última etapa de seleção das experiências. Após as visitas, a comissão terá subsídios para selecionar as 15 práticas que serão sistematizadas e divulgadas pelo Laboratório de Inovação. As 45 experiências habilitadas na primeira fase contemplam os três eixos temáticos do Laboratório de Inovação: Integração ensino-serviço-comunidade (17 experiências), Educação e Práticas Interprofissionais (13) e Gestão da Política de Educação Permanente em Saúde (15). As três experiências cearenses habilitadas estão no eixo temático Integração ensino-serviço-comunidade.

O Laboratório de Inovações é uma iniciativa do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (Deges), da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), do Ministério da Saúde, em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS).

Proensino/ Sesa

O Programa Bolsa de Incentivo à Educação na Rede Sesa é um programa de estágio da Secretaria da Saúde do Ceará para a construção e troca de saberes entre o serviço e o ensino, visando contribuir com a formação dos futuros trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), para que estes conheçam a complexidade da rede de Atenção no processo de organização dos serviços de saúde no Ceará.

O programa destina-se à concessão de bolsas de extensão a estudantes regularmente matriculados nos cursos da área da saúde e áreas afins. A seleção dos estudantes ocorre por meio de edital de seleção. O processo formativo ocorre no contexto do SUS, através da construção de competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) que são sistematizadas nos serviços de saúde enquanto cenários de aprendizagem. Por meio de tecnologias em saúde, utiliza-se de infraestrutura disponível em diferentes cenários, contribuindo para uma formação diferenciada e humanizada. Os estudantes desempenham atividades ligadas ao ensino, gestão, assistência, pesquisa e extensão.

Já ocorreram três versões do programa. Na primeira, considerada piloto, foram selecionados 47 estudantes, na segunda o programa foi ampliado para 150 vagas e, na terceira, foram selecionados 115 estudantes, com previsão de uma nova seleção para o primeiro semestre de 2018.

Sistema de Regulação das Práticas de Ensino na Saúde

Regulação das Práticas de Ensino na Saúde é um sistema desenvolvido e implantado pela Coordenadoria da Gestão da Educação Permanente em Saúde (CGEPS) com a finalidade de simplificar e otimizar o acesso dos alunos às Unidades de Saúde da Rede Sesa. O sistema viabiliza ações de compartilhamento de informações, automatizando os processos de solicitações de estágios supervisionados, visitas técnicas, práticas assistidas e discussão dos processos e ações, colaborando assim com o fortalecimento do SUS. O sistema atua como uma ferramenta de gestão ensino-serviço-comunidade, pautada no quadrilátero da formação para a área da saúde: ensino, gestão, atenção e controle social.

Uma das mais importantes atribuições da CGEPS é a Regulação das Práticas de Ensino na Saúde, em que realiza o planejamento, monitoramento, acompanhamento e avaliação de estágios curriculares em parceria com as instituições de ensino Superior e técnico do Ceará. A parceria está formalizada por 27 convênios firmados com as instituições de ensino, viabilizando semestralmente o estágio de aproximadamente dez mil alunos em 25 unidades de saúde da Rede Sesa.