PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Ceará gera 23.081 novas vagas de emprego em 2018

23 de janeiro de 2019 - 16:17 # # #

Assessoria de Comunicação do IDT - (85) 3101-5500

Saldo foi divulgado hoje (23/1) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia

O Ceará concluiu 2018 com um saldo positivo de 23.081 empregos celetistas, equivalentes à elevação de 2,05% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do ano anterior. O resultado destaca-se por ser o segundo melhor da Região Nordeste e o oitavo do país.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (23), pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. O desempenho do Ceará foi proveniente da expansão do emprego nos setores de serviços (16.269 postos), indústria de transformação (3.872 postos) e comércio (2.489 postos).

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), Gilvan Mendes, “2018 foi um ano de retomada da economia cearense, o que possibilitou a abertura de novos postos de trabalho com carteira assinada em diferentes setores”.

Neste contexto, dentre os subsetores, destacam-se comércio e administração de imóveis, valores mobiliários e serviços técnicos (5.491), serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção e redação (4.863), serviços médicos, odontológicos e veterinários (4.152) e indústria de calçados (3.191).

 

 

Ouça

O coordenador de estudos e análise do mercado do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) do Ceará, Erle Mesquita, ressalta que todos os setores da economia contribuíram para o resultado positivo.

Erle Mesquita destaca os setores que mais se movimentaram na geração de emprego para os cearenses em 2018.

Erle Mesquita avalia o que a perspectiva para a geração de emprego no Ceará é boa, principalmente pela atração de investimentos como a trinca de hubs (aéreo, portuário e tecnológico), por exemplo.