PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Vacinação contra gripe para crianças e gestantes começa nesta quarta, 10

9 de abril de 2019 - 10:45 # # #

Ascom Sesa

A 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa no Ceará nesta quarta-feira, 10 de abril, para gestantes e crianças de 6 meses até menores de 6 anos. A vacina estará disponível em todos os postos de saúde dos 184 municípios. “A vacinação tem objetivo de reduzir complicações, formas graves e mortes pela a doença. Vacinar é proteger”, lembra Daniele Queiroz, coordenadora da Vigilância em Saúde do Ceará.

Para o restante do público alvo, a vacinação será a partir do dia 22 de abril. São idosos com 60 anos ou mais, mulheres com até 45 dias pós-parto, doentes crônicos, trabalhadores da saúde, população indígena, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas, população carcerária e funcionários do sistema prisional e professores de escolas públicas e particulares. A campanha ocorre até 31 de maio.

O Ceará alcança a meta da cobertura de vacinação contra a gripe desde 2008. A meta neste ano é vacinar 2.509.776 pessoas no Estado. A vacina contra a influenza é trivalente. Protege contra H1N1, H3N2 e B/Colorado/06/2017. A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno. No Brasil, devido às diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nos estados.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe.

Durante a Campanha de Vacinação Contra a Gripe, as crianças e gestantes poderão atualizar a caderneta de vacinação, pois todas as vacinas indicadas para esses grupos têm nos postos de saúde. Clique aqui e confira o Calendário Nacional de Vacinação 2019.

Dados epidemiológicos

Neste ano o Ceará confirmou 213 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) até 2 de abril. Dentre estes, quatro foram causados pelo vírus influenza A H1N1, quatro pelo vírus da influenza A H3/sazonal, 52 por outros vírus respiratórios (VSR), 118 foram SRAG não especificada e 35 estão em investigação. Clique aqui e confira a nota técnica.

 

 

A vacinação deste grupo deve ser realizada em todos os postos. No entanto, mantém-se a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação.

 

 

Ouça

Daniele Queiroz, coordenadora da Vigilância em Saúde da Sesa, fala sobre os grupos prioritários que serão atendidos a partir desta quarta-feira, dia 10 de abril.

Daniele Queiroz fala sobre os demais grupos que devem se vacinar.