PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Políticas públicas para mulheres negras é tema de evento promovido pela SPS

24 de julho de 2019 - 15:27 # # #

Ascom SPS

Ação ocorre no Dragão do Mar, com roda de conversa e feirinha de empreendedorismo negro

Para discutir politicas públicas, literatura e representatividade para as mulheres afro-latino-americanas, caribenhas e africanas, a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial (Ceppir), realiza neste domingo (28), no auditório do Dragão do Mar, a roda de conversa “Mulheres Afro-latino-americanas, Caribenhas e Africanas, Diálogos sobre Políticas Públicas, Literatura e Expressões Culturais”. A atividade inicia às 14h e é alusiva ao mês da mulher negra. Após a discussão haverá feirinha de empreendedorismo negro, além de oficina de dança e de turbantes.

“Precisamos falar sobre o nosso movimento e o quanto isto é representativo para outras mulheres que como nós têm se desdobrado em diversos campos para ocupar seu espaço e seu lugar de fala. A mulher negra foi historicamente colocada em desvantagem, reduzida, desde a infância, a um corpo supererotizado. Precisamos falar disto e romper as estruturas patriarcais, racistas e machistas que tentam calar a nossa voz. Queremos falar da nossa maneria de ser e estar, da forma como nos apropriamos desta nossa estética para demarcar nossa presença no mundo”, explica Zelma Madeira, coordenadora Especial de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial da SPS.

Zelma conduz a discussão que contará com as presenças da coordenadora da rede internacional de mulheres africanas da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Odila Candé, e da coordenadora do projeto Mulheres Negras Resistem, Vera Rodrigues. “Esta é muito mais que uma data histórica, é um dia para refletirmos sobre as lutas das mulheres negras, pensarmos quais os pontos que ainda precisam mudar, as estratégias para enfrentarmos o racismo, o patriarcado e toda a estrutura que historicamente nos oprime”, reflete a professora Odila Cande.

Os Nossos passos vêm de longe

A professora e antropóloga Vera Rodrigues tem orgulho de dizer que é fruto das ações afirmativas e que sua trajetória profissional se confunde com sua trajetória de vida. “Em março do ano passado nasceu o projeto de extensão da Unilab “Mulheres Negras Resistem”, logo após o assassinato da vereadora do Rio, Marielle Franco. A trajetória dela se cruza com a de milhares de outras mulheres negras, nossas lutas se conectam e ganham força a partir do momento que entendemos que uma levanta a outra e que quando estamos juntas podemos tudo”, declara.

Ceppir

A Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial atua na promoção da participação social de negros, indígenas, quilombolas, ciganos, umbandistas e candomblecistas nos espaços de representatividade, como universidades e mercado de trabalho. A Ceppir realiza ações e programações para promover a superação do racismo.

Programação

14h – Credenciamento

14h15 às 14h35 – Mesa de Abertura

14h40 às 16h – Diálogos sobre Políticas Públicas, Literatura e Expressões Culturais

Dra. Zelma Madeira: Coordenadora da CEPPIR/SPS / Dra. Odila Candé – Coordenadora da Rede Internacional da Mulheres Africanas – RIMA/UNILAB / Dra. Vera Rodrigues: Coordenadora do Projeto Mulheres Negras Resistem ; e representantes da Rede Estadual das Mulheres Negras no Ceará; do Coletivo Solidariedade Africana – SOLAFRO/UNILAB e da Rede Kilofe – Rede de Empreendedores Negras e Negros do Ceará

16h às 16h30 – Debate

16h às 20h – Feira de Empreendedorismo Negro – Venda de Acessórios, Culinária Afro, Oficina de Turbantes, Oficina de Trança afro, Massagens relaxantes.

18h30 – Apresentação Cultural

20h – Encerramento

Serviço

Roda de conversa “Mulheres Afro-latino-americanas, Caribenhas e Africanas, Diálogos sobre Políticas Públicas, Literatura e Expressões Culturais”
Data: 28 de Julho de 2019 (Domingo)
Horário: 14h
Local: Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura , 81 – Praia de Iracema