PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

ZPE Ceará celebra 6° ano de operação com anúncio de expansão

29 de agosto de 2019 - 10:30 # # # #

Celso Tomaz - Ascom CIPP

ZPE Ceará celebra 6° ano de operação com anúncio de expansão

Nova área vai abrigar novas empresas dentro do Complexo do Pecém

A única zona de processamento de exportação do Brasil em operação está localizada no Estado do Ceará. Inaugurada oficialmente em 30 de agosto de 2013 a ZPE Ceará foi a primeira a entrar em funcionamento no país e tem servido de modelo para outros estados brasileiros. No ano passado atingiu a marca de 12,5 milhões de toneladas movimentadas. Crescimento de quase 13% em relação a 2017. “Apesar de muito jovem já tem resultados consistentes, esse é um trabalho realizado por toda uma equipe que trabalha com o objetivo de colher grandes frutos para todos”, diz Mário Lima, presidente da ZPE Ceará .

A ZPE Ceará é, desde dezembro de 2018, empresa subsidiária do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). Com mais de 6 mil hectares de área, a ZPE cearense permite que as empresas nela localizadas operem com benefícios fiscais e liberdade cambial, com pelo menos 80% da produção destinada para exportações . A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), por exemplo, está instalada dentro da Zona de Processamento de Exportação do Ceará.

E em breve a zona de livre comércio, localizada entre os municípios de Caucaia e São Gonçalo do Amarante, será ampliada. Isso porque nessa quarta-feira (28), durante a solenidade em comemoração ao sexto ano de funcionamento da Zona de Processamento de Exportação do Ceará, foi assinada a Autorização de Pré Projeto para a Implantação da ZPE II.

“A ampliação da ZPE é mais uma grande conquista para o Governo do Ceará. A ZPE II ficará situada no município de Caucaia e terá uma área de 28 hectares para que possamos atrair novas empresas de diversos segmentos, incrementando assim o desenvolvimento econômico e a geração de emprego e renda para o Estado”, disse o presidente do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), Danilo Serpa.

A autorização para a elaboração do pré projeto para a implantação da ZPE II foi concedida pela Receita Federal do Brasil, responsável por todo o alfandegamento desde o início das operações da ZPE Ceará. “A ZPE II é um projeto que a Receita está acompanhando de perto, com seriedade e respeito ao contribuinte. Assim tornaremos a zona de processamento cearense ainda mais competitiva. Hoje me sinto feliz em presenciar esse novo passo que foi dado, não somente como servidor da Receita, mas também como cearense. É motivo de orgulho “, afirmou o inspetor-chefe da Receita Federal do Pecém, Edson Nogueira .

O Secretário da Casa Civil do Ceará, Élcio Batista, ressaltou a importância da ZPE para o Ceará. “Não podemos esquecer que o Estado vive um momento de grande oportunidade. Estamos em uma localização estratégica no globo e devemos aproveitar esse período para crescer. É preciso lembrar diariamente do compromisso do Complexo do Pecém com a sociedade cearense, que é de contribuir com o desenvolvimento social, intelectual e econômico do Ceará”, disse Batista. Também participaram da solenidade os prefeitos de Caucaia, Naumi Amorim; e de São Gonçalo do Amarante, Cláudio Pinho.

Homenagens

Na solenidade em comemoração ao 6º ano de funcionamento da Zona de Processamento de Exportação do Ceará foram homenageadas as seguintes personalidades.

– Cid Ferreira Gomes, Senador da República;

– Camilo Santana, Governador do Ceará;

– Edson Nogueira, Inspetor-Chefe da Receita Federal do Pecém;

– João Domício Pinto Cavalcante, Auditor da Receita Federal;

– Maria Glauer Muniz Neri da Silva, Funcionária da ZPE Ceará.

– Comissão da 3ª Região de Alfandegamento da Receita Federal do Brasil