PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

SPS recebe grupo de gestores latinoamericanos para falar sobre política para população de rua

10 de setembro de 2019 - 17:10 # # # #

Ascom SPS

Gestores uruguaios, paraguaios, costa-riquenhos e colombianos conhecerão a política para pessoas em situação de rua executada pelo Estado. Esse grupo integra a chamada Rede Calle (Rede de Países Latino-Americanos para o Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas em Situação de Rua). Nesta quinta (12) e sexta-feira (13), o grupo realiza uma missão técnica em Fortaleza, para conhecer a política desenvolvida pelo Estado e as experiências e projetos socioassistenciais da Prefeitura de Fortaleza. O grupo se reúne com a secretária de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos, Socorro França, e com o titular da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social Fortaleza, Elpídio Nogueira, na quinta, às 8h30, na sede da SPS.

Na oportunidade, a comitiva conhecerá as diretrizes do Plano Estadual de Atenção à População em Situação de Rua e participará de reunião com representantes dos comitês estadual e municipal da política para intercâmbio de conhecimentos e experiências práticas de políticas públicas e da sociedade civil para o setor. Ao longo do dia, a comitiva conhece espaços e projetos desenvolvidos na Capital, como o restaurante popular.

A titular da SPS. Socorro França, destaca que a escolha do Ceará como um dos estados a receber a visita da comitiva mostra que as diretrizes da política para a população de rua têm alcançado bons desempenhos. “Trabalhar a política para a população em situação de rua é um grande desafio, pois são muitas as violações de direitos a serem trabalhadas. É uma população heterogênea e que precisa ser vista de forma ampla”, destaca.

O secretário dos direitos Humanos e Desenvolvimento Social de Fortaleza, Elpídio Nogueira, também comemora a escolha de Fortaleza para receber os membros do projeto. “É motivo de muita alegria receber a comitiva do Projeto Red Calle em Fortaleza. Isso mostra o quanto a nossa cidade está trabalhando sérios na política para pessoas em situação de rua. Será uma experiência muito boa para evoluirmos ainda mais nas nossas ações”, aponta.

Rede Calle

O Projeto Red Calle é coordenado pelo Ministério de Desenvolvimento Social do Uruguai e integrado pelos governos do Uruguai, Chile, Costa Rica, Paraguai, Colômbia e pelo Instituto Italo-Latino Americano (IILA), com o apoio da União Europeia. O objetivo do Projeto é melhorar as condições de vida das pessoas em situação de rua, a partir da troca de conhecimentos e experiências de políticas públicas e da sociedade civil organizada, nos países da América Latina e em países europeus.