PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

SPS apresenta campanha Ceará sem Racismo na cidade de Sobral

14 de novembro de 2019 - 16:38 # # # #

Ascom SPS

A cidade de Sobral recebe, nesta segunda (18), a campanha Ceará sem Racismo. A Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos apresenta a campanha em uma programação promovida com a Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), a partir das 19h, no Boulevard do Arco. O evento contará com a presença da secretária-executiva de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da SPS, Lia Ferreira Gomes, e da coordenadora de igualdade racial da SPS, Zelma Madeira. A atividade faz parte da programação do Mês da Consciência Negra 2019, que tem a temática “Construindo a Resistência: ocupa negritude”.

A programação conta com roda de capoeira, apresentação cultural do Instituto Teia da Juventude, danças afros e show do grupo Balaio da Preta. “É fundamental levarmos a discussão do racismo para o interior do Estado. Mostrarmos que o Governo está pautando esse tema e fortalecer os grupos e comunidades vítimas do preconceito de raça”, aponta a secretária Lia Gomes.

Zelma Madeira complementa, explicando que a programação do mês passa por comunidades quilombolas e vai a cidades do Cariri. “Estamos buscando mostrar às comunidades que o Estado está discutindo esse assunto, está construindo o enfrentamento ao racismo estrutural. Ao mesmo tempo, estamos levando à sociedade em geral essa discussão. Queremos evidenciar, cada vez mais, que o racismo é crime e não será tolerado”, defende.

Também na programação do mês, a SPS apoia a III Semana da Umbanda de Sobral. Às 19h, haverá uma mesa-redonda com a temática Negra e Negro: do quilombo às favelas, com participação da coordenadora Zelma Madeira. A atividade é promovida pelas casas de umbanda de Sobral e acontece no Centro de Educação à Distância.

A campanha Fortaleza + Ceará sem Racismo foi desenvolvida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos; Prefeitura de Fortaleza e Instituto Iracema para pautar a discussão de enfrentamento ao racismo. Lançada no mês da consciência negra, ela utiliza a figura de Chico da Matilde, o Dragão do Mar; Preta Simoa; Mãe Menininha de Gantois e Cacique Daniel; além de Zumbi dos Palmares, cuja morte deu origem à celebração do dia 20 de novembro; para falar da comunidade negra e dos povos originários que integram a pauta da igualdade racial.

 

 

Ouça

Para a secretária executiva de de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da SPS, Lia Gomes, a iniciativa é importante para abrir uma discussão em todo o Ceará sobre as diversas formas de combate ao racismo.