PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

SPS prorroga prazo para seleção de mediadores comunitários

24 de janeiro de 2020 - 16:26 # # # # #

Ascom SPS

A Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) prorrogou, para até 3 de fevereiro, o prazo para seleção de mediadores comunitários do Farol e Santa Terezinha. Ao todo, estão disponíveis 40 vagas, os interessados podem se inscrever para seleção no Centro Comunitário do Farol e através do e-mail: mediacao@sps.ce.gov.br. O curso é gratuito e as aulas teóricas ocorrem nos dias 4, 11 e 12 de fevereiro, no Centro Comunitário do Farol. A capacitação tem carga horária de 40 horas teóricas e 60 horas práticas.

“Quando falamos em mediação comunitária estamos também falando de empoderamento para as comunidades, da força que surge da coletividade e da solidariedade. Além de fomentar uma cultura de paz estamos construindo dentro deste processo laços mais fortes de pertença e cuidado com o bairro e a vizinhança”, explica a secretária-executiva de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da SPS, Lia Gomes.

Os mediadores são voluntários capacitados, que atuam na comunidade como sujeitos de transformação social, sob um modelo participativo, horizontal e democrático. Para solicitar o serviço, basta uma das partes procurar um dos núcleos mais próximo da sua residência, marcando assim um agendamento com o mediador.

Resolução de Conflitos

A SPS coordena cinco núcleos de mediação, que funcionam dentro de quatro centros comunitários e do Espaço Viva Gente, equipamentos da SPS, localizados nos bairros Quintino Cunha, Vicente Pinzon, Aldeota, Farol e Passaré. Após a capacitação os mediadores estarão aptos para atuar na resolução de conflitos entre familiares e de vizinhança; discussões sobre pensão alimentícia; reconhecimento de paternidade; cobrança de dívida; casos de injúria, calúnia e difamação; conflitos de imóvel e de apropriação, além de conflitos societário e trabalhista.

Os mediadores são capacitados em técnicas de mediação e educação para direitos humanos e comunicação não-violenta. Os cursos são ministrados pela Vice-Governadoria do Estado, Ministério Público do Ceará (MPCE) e Secretaria de Segurança Cidadã de Fortaleza.

Quero ser um mediador

Para ser um mediador comunitário é necessário ter idade mínima de 21 anos, Ensino Médio completo e morar no bairro há pelo menos dois anos.

Entrar em contato pelo telefone 984393459

Onde encontrar:

Centro Comunitário Luiza Távora – Farol

Coordenadora: Maria do Socorro Parente da Silva

Endereço: Av. Zezé Diogo N° 310, Farol Cais do Porto / Fone: 3101-1572

 

Centro Comunitário Santa Terezinha

Coordenadora: Sandra Maria Luna Bezerra

Endereço: Rua Osmundo Cavalcante de Oliveira s/n Conjunto Santa Terezinha /

Fone: 3101-1560