PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

CPRaio da Polícia Militar do Ceará completa 16 anos

12 de março de 2020 - 17:56 # # # #

Ascom SSPDS - Texto e Fotos

Maior unidade operacional de policiamento em motocicletas do Brasil, o Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) chega ao seu 16º aniversário, nesta quinta-feira, 12 de março. Atuante nas mais diversas regiões do estado, o CPRaio conta atualmente com 44 bases fixas já instaladas, um efetivo de 2.441 policiais militares e uma frota de 1540 motocicletas e 82 viaturas, sendo uma das principais ferramentas de campo no combate à criminalidade em solo cearense. Todo esse aparato de profissionais e equipamentos objetiva reforçar as ações de patrulhamento e abordagem em áreas urbanas e rurais do Ceará.

Ao longo de sua existência, o CPRaio acumula resultados positivos em ações de combate a crimes como porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, roubo, lesão corporal e homicídio. Somente em 2019, a maior unidade de policiamento em motos do país foi responsável por 1.678 das 5.479 apreensões de armamentos realizadas por todo o Sistema de Segurança Pública do Estado, o que corresponde a 30,62% do total. A ação do Comando especializado também resultou em 1.781 prisões por tráfico de drogas, dentre tantos outros resultados operacionais relevantes, devidos especialmente à distribuição das equipes no terreno em função do mapeamento criminal realizado no âmbito da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que indica as áreas em que o policiamento ostensivo precisa ser reforçado, tanto em volume de recursos, quanto em intensidade de ações.

“Queremos reafirmar nosso compromisso e cada vez mais trabalhar para o fortalecimento do policiamento ostensivo. Para, com isso, dinamizar as ocorrências, contribuindo para a diminuição dos índices negativos. Aumentar o número de ocorrências positivas e principalmente para elevação da sensação de segurança real das pessoas”, destacou o coronel Márcio Oliveira, fundador e comandante do CPRaio. “Nosso maior objetivo é o combate às ações criminosas e, consequentemente, a proteção população cearense”, completou.

História

Nascido em 12 de março de 2004, o então grupamento Raio contava com 16 policiais militares que patrulhavam os bairros da Capital cearense em oito motocicletas modelo Honda NX4 Falcon, com motor de 400 cilindradas. No ano de 2011, com um efetivo de pouco mais de 200 policiais, a unidade mudou de patamar na estrutura organizacional da PMCE, sendo elevada à condição de companhia independente. No ano seguinte, em 2012, devido ao resultado positivo alcançado em sua atuação, a unidade foi novamente reestruturada, passando a se chamar Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas, por força da Lei Estadual nº. 15.133. Ao longo de seus primeiros 10 anos de existência (2004-2014), o Raio se destacou de maneira crescente e expressiva no combate à criminalidade. Nesse momento, surgiu a intenção por parte do Governo do Ceará de expandir as ações da unidade para todas as nove macrorregiões do estado, processo que foi iniciado em março de 2015.

Após a implantação em cidades de maior porte do interior do Estado – Juazeiro do Norte, Sobral e Quixadá – o resultado cada vez mais positivo impulsionou a ampliação. Por isso, em 2016, quando havia bases do Raio na sede de cada uma das nove macrorregiões do interior (1ª fase de expansão), as pretensões de expansão passaram a abranger cidades com mais de 50 mil habitantes (2ª fase de expansão). A 3ª fase de expansão, que se encontra em desenvolvimento, culminará com o atendimento de todos os municípios com mais de 30 mil habitantes. Ao concluir esta última fase, o Raio passará dos atuais 44 para 65 municípios atendidos com bases operacionais fixas.

Em 2019, o processo de evolução da unidade especializada teve mais um degrau alcançado, quando o Raio mudou novamente de posição na estrutura organizacional da PMCE e, por força do Decreto Estadual n°. 32.974, passou à condição de grande comando, abrangendo três batalhões e 11 companhias.

 

 

Ouça

O comandante do CPRaio no Ceará, Coronel Márcio Oliveira, fala sobre a estrutura do batalhão em todo o Ceará.

Todo esse aparato de profissionais e equipamentos objetiva reforçar as ações de patrulhamento e abordagem em áreas urbanas e rurais do Ceará. O coronel Márcio Oliveira reafirmou o compromisso do CPRaio com o trabalho nas ruas.