PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Gestantes participam de ensaio fotográfico no HGCC

30 de julho de 2020 - 10:38 # # # #

Wescley Jorge - Ascom HGCC Texto
Thyago Freitas Fotos

“Nossa família agora é essa casa, é a casa da gestante. E por que não viver um momento assim aqui?” Com essa reflexão, a professora de balé Cláudia Raquel Menezes,35, resume o sentimento de participar do ensaio fotográfico com as pacientes da casa da gestante do Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC), da rede pública da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado. Ela acreditou e o sonho foi realizado. As gestantes ganharam maquiagem, penteados e um ensaio fotográfico na última terça-feira, 28.

A ideia de fazer a sessão fotográfica surgiu a partir de fotos feitas com celular pelas próprias pacientes. Foi uma maneira de humanizar ainda mais o atendimento prestado na casa da gestante. “Surgiu a oportunidade de fazer as fotos com o intuito de proporcionar um bem-estar mental, melhorar a autoestima das pacientes e registar o momento. Isso tudo vai refletir na saúde física tanto da mãe quanto do bebê”, explica Jéssica Lannes, interna de medicina.

As gestantes tiveram uma tarde de muita descontração e alegria. O sonho de uma foi compartilhado por todas. A emoção tomou conta e o momento proporcionado ficará registrado. O resultado do ensaio fotográfico, feito por uma fotógrafa voluntária, poderá ser conferido em uma exposição que será realizada no HGCC e publicado nas redes sociais da unidade.

Internada no HGCC desde o dia 16 de junho, Cláudia Raquel foi a responsável pela ideia do ensaio. A paciente, que está em sua terceira gestação, aproveitou a oportunidade para ser fotografada e conta que o momento foi muito especial. “Eu fui me lembrando de cada paciente, das histórias, dos profissionais daqui que cuidam da gente. Não é que minha felicidade dependa disso, mas para outras pode ser que sim. Faz a diferença para a gente”, relata.
Para a realização do ensaio, foram adotadas todas as medidas de segurança.

Os profissionais envolvidos foram orientados pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) e pela equipe de saúde da casa da gestante.

As pacientes da casa da gestante recebem cuidados multiprofissionais, que envolvem médicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, entre outros profissionais. Algumas mulheres chegam a passar um longo período internadas. O ambiente é o mais próximo do lar para permitir mais conforto e tranquilidade na gestação de risco.

A casa da gestante

A casa da gestante funciona como centro de apoio às gestante que possuem alguma complicação na gravidez. Ao todo, são 10 leitos destinados a mulheres do interior do Estado e de Fortaleza. Na casa, as grávidas recebem um acompanhamento rigoroso para ter uma gestação segura. O atendimento é feito por médicos, obstetras, enfermeiras, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, nutricionistas, terapeutas ocupacionais, psicólogos e psicopedagogas.

As gestantes passam o tempo que for necessário na casa, que prioriza a saúde da mãe e do bebê. A estrutura do espaço é de uma casa para que as mulheres sintam-se num ambiente familiar.

Durante o tempo de internação, elas participam de atividades de arte e educação para evitar o tempo ocioso, além de cursos e palestras sobre parto humanizado, considerando a importância do parto normal.