PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Polícia Civil fecha festa de aniversário de chefe criminoso em casa de luxo e prende 16 pessoas

18 de agosto de 2020 - 18:44 # # #

Ascom SSPDS

Uma festa de aniversário promovida por uma organização criminosa em uma casa de luxo foi fechada pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), na madrugada desta terça-feira (18). No total, 22 pessoas foram conduzidas ao Complexo de Delegacias Especializadas (Code), entre elas, o aniversariante, que possuía um mandado de prisão em aberto pelo crime de tráfico de drogas. Leilson Sousa da Silva (25) é apontado ainda como chefe de um coletivo criminal com atuação no bairro Pirambu, em Fortaleza. Uma arma de fogo e drogas foram apreendidas.

A ofensiva iniciou após a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) receber a informação acerca do evento, que iniciaria na noite dessa segunda-feira (17), em uma casa de luxo, em Aquiraz – Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13) do Ceará. De posse das informações, o núcleo de inteligência da delegacia especializada deflagrou as investigações e identificou o imóvel no Porto das Dunas. Durante as diligências, os agentes visualizaram a movimentação na casa, onde os ocupantes se aglomeravam e estariam utilizando substâncias entorpecentes.

Com o apoio de equipes operacionais da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) e da dissuasão focada do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DPJC), ambas da Polícia Civil, os investigadores abordaram as pessoas na festa de aniversário de Leilson. Com o aniversariante, os policiais civis apreenderam uma pistola calibre .40 com numeração suprimida e uma pequena quantidade de maconha. Além da situação flagrancial, o homem possuía um mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas e passagens pela Polícia por roubos, associação criminosa e corrupção de menores.

As investigações da Polícia Civil apontam também que ele é suspeito de integrar a cúpula de um grupo criminoso envolvido com crimes contra a vida e com a venda de entorpecentes no bairro Pirambu, na AIS 8 da Capital. “A organização criminosa que atua no Pirambu detém três chefes e um deles foi preso na noite de ontem. A Polícia Civil continua em diligências visando capturar os dois foragidos remanescentes, bem como identificar e prender toda a cadeia criminosa que atua naquela região”, explica o delegado Harley Filho, titular da Draco.

Os demais suspeitos localizados na casa foram conduzidos ao Code, onde todos foram ouvidos. Leilson e outras 15 pessoas foram autuadas em flagrante por integrar organização criminosa e ainda por infringir medida sanitária preventiva prevista no artigo 268 do Código Penal Brasileiro. O chefe também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e receptação, em razão da pistola e de um celular apreendidos com ele e que não tiveram suas origens comprovadas. Seis pessoas que não apresentaram indícios de envolvimento com o grupo foram ouvidas na condição de testemunha e liberadas.

Foragidos

Os outros homens suspeitos de integrarem a cadeia hierárquica da organização criminosa também estão com mandado de prisão em aberto. São eles: Carlos Mateus da Silva Alencar (25), vulgo “Skidum”; e Fábio de Almeida Maia (24), o “Biú”. Eles seguem sendo procurados pelas forças de segurança do Estado.

Denúncias

Para combater a atuação de grupos criminosos no Estado, a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) conta com a participação da população para repassar informações que auxiliem os trabalhos investigativos. Por isso, a unidade especializada da Polícia Civil do Ceará mantém um número de WhatsApp para receber denúncias de ações criminosas em todo o Estado. A população pode enviar mensagens de texto, áudios, fotos e vídeos para o número (85) 98969-0182.

As denúncias também podem ser feitas, por meio de ligação gratuita, para o 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O sigilo e o anonimato são garantidos.