PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Primeira aula online sobre enfrentamento à violência tem mais de 2.400 visualizações

3 de setembro de 2020 - 17:03 # # # # # #

Ascom SPS

Profissionais da rede socioassistencial do Ceará e da rede especializada de atendimento às mulheres em situação de violência participaram geraram mais de 2.400 visualizações, na tarde desta quinta (3), da primeira aula do curso “Aprofundando o Olhar no Atendimento às Mulheres em Situação de Violência”. Transmitido pelo canal da SPS Ceará, no Youtube, o curso contempla um público diverso, entre técnicos de mais de 80 municípios cearenses e de outros estados como Maranhão, Pará, Rio de Janeiro, Bahia. A formação é promovida pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), por meio da Secretaria Executiva de Políticas para Mulheres. As aulas acontecem às segundas e quintas, sempre às 14h. Os interessados podem se inscrever até a meia noite de hoje, através do link.

A formação busca capacitar profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e de demais equipamentos das redes socioassistencial e de atendimento especializado às mulheres em situação de violência para que possam identificar com facilidade situações de violência doméstica e familiar, para realizar os procedimentos legais e dar encaminhamentos necessários a cada caso específico.

“Hoje é um dia muito significativo para nós que estamos à frente das políticas para as mulheres no Estado do Ceará. Compartilhar este espaço virtual com pessoas de diversos municípios e até de outros estados e poder trocar conhecimento representa muito e é um símbolo de como as nossas pautas ganharam as ruas e as redes. Nós lutamos para que nossas vozes possam ecoar em todos os espaços” ,destacou a secretária-executiva de Políticas para Mulheres da SPS, Denise Aguiar, lembrando que “mesmo com os avanços, as conquistas e direitos historicamente tirados de nós, ainda somos cobradas a exercer papéis sociais de esposa, mãe e dona de casa, mas levantamos nossa voz para dizer que nós mulheres precisamos protagonizar as mudanças estruturais dessa sociedade, ocupando cargos de poder e garantindo que tenhamos direito a todas as formas de ser e estar neste mundo”.

A coordenadora da Casa da Mulher Brasileira, Daciane Barreto, conduziu a primeira aula da capacitação com a temática “As políticas públicas para o enfrentamento à violência contra as mulheres”. “Aqui no Estado do Ceará nós temos desenvolvido políticas transversais que contemplam mulheres lésbicas, bissexuais, transexuais, travestis, mulheres quilombolas, dentre muitas outras, e nossa atuação tem sido no sentido de ampliar cada vez mais nossos serviços. Esta formação é fundamental para que os profissionais atuantes nestas redes de atendimento saibam como combater o machismo e a misoginia através de sua atuação”, ressaltou a coordenadora.

A formação é resultados dos esforços de todas as secretarias executivas da SPS, que se articularam para trabalhar de maneira transversal as políticas de gênero. O curso foi formatado com um conteúdo diverso, abordando temas que vão desde os conceitos e terminologias históricos referentes à violência, gênero e machismo até a construção de políticas públicas no enfrentamento à violência contra a mulher no Ceará e no País. Nas aulas serão discutidos princípios, normas e legislações atuais, Lei Maria da Penha e outros instrumentos legais, além de abordagem ao atendimento da população transexual e travesti; e a estrutura da rede de Assistência Social no Estado, além da relação entre o uso abusivo do álcool e outras drogas com a violência doméstica, dentre outros assuntos.

Serão cinco semanas de curso, com duas aulas semanais. Cada aula terá duas horas e trinta minutos de duração. A carga horário é de 25 horas / aula. Os alunos serão certificados ao final da capacitação. As aulas ficarão gravadas no canal da SPS Ceará.

Cronograma das aulas

03/09 Quinta-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Daciane Barreto

A primeira aula do curso “Aprofundando o Olhar no Atendimento às Mulheres em Situação de Violência” tem a presença da coordenadora da Casa da Mulher Brasileira, Daciane Barreto, com a temática As políticas públicas para o enfrentamento à violência contra as mulheres. O primeiro dos dez encontros traz conceitos e terminologias de enfrentamento à violência contra a mulher, utilizados na política pública estadual e do País, como um todo.

10/09 Quinta-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Zelma Madeira

A segunda aula do curso de formação para a rede socioassistencial traz o tema

“Os Direitos Humanos na atuação às mulheres em situação de violência e vulnerabilidade social”. A discussão será feita pela coordenadora especial de políticas para igualdade racial da SPS e professora da Uece, Zelma Madeira. A professora apresentará as intersetorialidades na violência contra as mulheres, destacando o aspecto da raça.

14/09 Segunda-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Lidiane Rebouças e Natália Alexandre

“Uso abusivo de álcool e outras drogas e violência doméstica e familiar: mitos e verdades”, é o tema da terceira aula de capacitação do curso “Aprofundando o Olhar no Atendimento às Mulheres em Situação de Violência”. A aula é ministrada por Lidiane Rebouças e Natália Alexandre, que compõem a Secretaria Executiva de Políticas sobre Drogas da SPS. Neste módulo serão apresentados a legislação atual e os conceitos referentes ao uso abusivo de drogas, abrindo espaço para uma reflexão ampla sobre o tema.

17/09 Quinta-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Lucivânia Sousa

Na quarta aula, os alunos aprenderão sobre os principais conceitos, normativas e legislação que versam sobre o atendimento da população trans e travesti. Quem conduz a discussão do tema “Conhecendo e convivendo com as diferenças: atendimento das mulheres trans e travestis na rede de enfrentamento à violência contra as mulheres” é Lucivânia Sousa, assistente social e técnica da Coordenadoria de Políticas para a População LGBT/SPS.

21/09 segunda-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Rosa Mendonça e Thiago Dias

A magistrada Rosa Mendonça, juíza titular do Juizado de Violência Doméstica de Fortaleza e o magistrado Thiago Dias, juiz do TJCE, conduzirão o quinto encontro do curso de formação para a rede socioassistencial de enfrentamento à violência contra a mulher. Juntos, eles abordam “A Lei Maria da Penha e a aplicação do formulário de avaliação de risco” e falam sobre a Lei 11340/2006, considerando suas principais alterações nos últimos anos.

24/09 Quinta-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Daniele Mendonça

Na sexta aula, Daniele Mendonça, delegada titular da Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza aborda as leis que atuam em defesa das mulheres, sobretudo no que se refere ao feminicídio, importunação sexual e sobre assédio sexual nos transportes públicos. Aqui, serão apresentados algumas das legislações atuais que visam a proteção às mulheres assim como a tipificação do feminicídio.

28/09 Segunda-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Célia Melo

A coordenadora de Gestão do Sistema Único de Assistência Social da SPS, Célia Melo, conduzirá o tema “A política de assistência social na proteção às mulheres em situação de violência doméstica e familiar”. Durante o encontro, ela descreve o atendimento nos serviços socioassistenciais, fluxos de referência e contrarreferência, encaminhamentos e intersetorialidade.

01/10 Quinta-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Mônica Gondim

O oitavo encontro será com a coordenadora de Proteção Social Especial da SPS, Mônica Gondim. Ela ministrará aula com o tema “Atendimento humanizado e encaminhamento qualificado: os desafios do acolhimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar na rede socioassistencial. A coordenadora ainda apresentará os fluxos de atendimento e encaminhamento para o abrigamento institucional.

05/10 Segunda-feira, às 14h

Aprofundando o olhar | Painel com Eveline Rocha

Eveline Rocha, assistente social e técnica da Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres da SPS, conduz o penúltimo encontro, abordando a “Rede de Atendimento Especializado no Ceará: intervenções positivas e projetos disponíveis para o acolhimento às mulheres”. Eveline fala sobre a articulação da rede em cada território como estratégia de enfrentamento à violência contra as mulheres e a apresentação dos serviços disponíveis no Estado, especialmente a Casa da Mulher Brasileira e a Unidade Móvel de Acolhimento às Mulheres do Campo, da Floresta e das Águas.

08/10 Quinta-feira, às 14h

Café Virtual de Encerramento – atividades culturais e avaliação da atividade.