PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Número de armas de fogo apreendidas em 2020 no Ceará cresce 12,8% em comparação ao ano passado

19 de outubro de 2020 - 17:10 # # # #

Aline Freires - Ascom SSPDS - Texto e Fotos

Duas ações distintas, no interior do Estado, realizadas após o trabalho ostensivo da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e após investigações conduzidas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) culminaram nas apreensões de seis armas de fogo, entre elas, um fuzil e uma metralhadora. As ofensivas ilustram a diretriz da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social que visa o fortalecimento de ações voltadas à retirada de armamento das mãos de grupos criminosos. De janeiro a setembro de 2020, se comparado com o mesmo período do ano passado, a atuação das forças de segurança culminou no aumento em 12,8% nas apreensões de armas no Estado.

Foram 4.436 armas de fogo apreendidas durante os nove meses deste ano. Esse número é superior ao mesmo período de 2019, quando foram registradas 3.930 apreensões. Desde o início da gestão do secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Sandro Caron, no dia 7 de setembro, até o dia 18 de outubro, 781 armas já foram apreendidas. O gestor determinou a intensificação de operações em todo o Ceará.

“Esse intenso trabalho de repressão à posse e ao porte ilegal de arma faz parte de uma estratégia muito maior, que consiste em retirar drogas e armas da rua, retirando do criminoso o seu meio utilizado para a prática do crime. Buscando aí a melhora nos índices de segurança pública no Ceará”, destacou o secretário Caron.

Entre esses números estão as apreensões de uma metralhadora calibre 9 mm com três carregadores, duas pistolas, uma espingarda e cerca de 900 munições de calibres 9 mm e .40 que foram localizadas pela Polícia Civil, por meio do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD), em Juazeiro do Norte, no último sábado (17). Na ocasião, duas pessoas foram presas em flagrante. Além do armamento, foram apreendidos ainda 30 tijolos de maconha, seis tijolos de cocaína, um tablete de crack, 613 comprimidos de ecstasy, totalizando 34 quilos de ilícitos, três quilos de pó branco utilizado para mistura das drogas, 559 gramas de creatina, uma balança de precisão, cadernos de anotações e sacos para embalar as drogas foram localizados. Na última sexta-feira, a SSPDS já havia divulgado que a apreensão de drogas no Ceará, em setembro deste ano, é superior a todo o ano de 2019.

Mais armas de fogo foram apreendidas, mas dessa vez por equipes da Polícia Militar, por meio da Força Tática de São Gonçalo do Amarante, na última sexta-feira. Após o recebimento de uma denúncia acerca da localização de suspeitos de cometerem crime na cidade de São Luís do Curu, a equipe policial se deslocou até o município de Umirim, onde em um matagal foram apreendidos um fuzil calibre 7,62, onze munições do mesmo tipo, uma espingarda calibre 36, dez munições de calibre .40, coletes balísticos, uma luneta e duas câmeras de vigilância. Um homem foi preso em flagrante.

Ranking por tipo de arma

No ranking por tipo de armas, os dados compilados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), nos sete primeiros meses de 2020, indicam que o revólver é o modelo mais apreendido. De janeiro a setembro foram 2.222 armas desse tipo retiradas de circulação pelas Polícias. Em seguida, vem os modelos do tipo espingarda, com 1.355 apreensões. Em terceiro lugar, está o modelo do tipo pistola, com 676 apreensões neste ano. As outras apreensões são de garruchas, com 56; rifle, com 48; carabinas, com 27; fuzis, com 22; pistoletes e escopetas, com dez apreensões cada; submetralhadoras, com sete; e metralhadoras, com três.

 

Ouça:

Somente na gestão do secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Sandro Caron, do dia 7 de setembro, até o dia 18 de outubro, 781 armas já foram apreendidas. O gestor determinou a intensificação de operações em todo o Ceará e comenta sobre o trabalho.