PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Hospital Leonardo da Vinci realiza 45 cirurgias eletivas em menos de duas semanas

22 de outubro de 2020 - 15:55 # # #

André Pinheiro - Ascom do HLV - Texto e Foto

Após sofrer com dores devido a uma inflamação nas amígdalas, Daniela Alencar, 30, conseguiu fazer a cirurgia para a retirada dos órgãos. O procedimento ocorreu no Hospital Leonardo da Vinci (HLV), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado. “Desde a infância, sofria com crises de amigdalite. Hoje eu tenho a esperança de viver sem as crises, sem sentir dor o tempo todo”, disse a paciente moradora do bairro Vila Manoel Sátiro, em Fortaleza.

A realização de cirurgias eletivas pelo HLV representa um marco importante na rede pública de saúde estadual e contribui, gradativamente, para a reduzir o tempo de espera por um procedimento cirúrgico. Em menos de duas semanas, 45 pessoas foram operadas na unidade, que também é referência no atendimento a casos de Covid-19.

O coordenador do Centro Cirúrgico do HLV, Jefferson Oliveira, destaca as medidas para reforçar a segurança do paciente. “Nós garantimos a agilidade no processo. Montamos um esquema para garantir que o paciente tenha que comparecer o mínimo possível ao hospital. Isso diminui o risco de contaminação pela Covid e nós conseguimos indicar a cirurgia de forma segura e rápida”, afirmou.

Atendimento

O HLV atende pessoas encaminhadas pela Central de Regulação. Após o agendamento e realização da consulta, os pacientes fazem todos os exames necessários ao pré-operatório, incluindo o teste para Covid-19. Caso o resultado seja negativo, a cirurgia já é prontamente marcada. Se o exame for positivo, o paciente é orientado a ficar em isolamento em casa por 14 dias até estar recuperado e apto para realizar o procedimento cirúrgico.

Kelly Araújo, 35, também operada para a retirada das amígdalas, conta que o investimento em segurança na unidade traz tranquilidade para os pacientes. “Eles me explicaram que os pacientes com Covid-19 ficam isolados em outro andar e isso me deixou ainda mais segura. Além disso, nós, que vamos ser operados, também temos que fazer o teste para coronavírus, o que garante que ninguém nos andares cirúrgicos, esteja com a doença”, ressaltou.

Por mês, a meta do HLV é realizar 800 procedimentos nas áreas de Ortopedia, Otorrinolaringologia, Urologia e Cirurgia Geral na Unidade. “Até aqui, todas as cirurgias foram bem-sucedidas até todos os pacientes

Atualmente, o Hospital Leonardo da Vinci conta com 68 leitos exclusivos para atendimento à Covid-19, sendo 48 de enfermaria e 20 de UTI. A unidade tem capacidade para ativar até 195 leitos, dependendo da demanda.