PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Arteterapia auxilia no tratamento de pacientes internados no HSM

22 de dezembro de 2020 - 12:18 # # # #

Milena Fernandes - Ascom HSM Texto e Fotos

Atividades dos pacientes são acompanhadas por terapeutas ocupacionais do HSM.

O Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado, utiliza a arteterapia como forma de complementar o tratamento de pacientes internados na unidade. Com a proximidade das celebrações de fim de ano, as manifestações artísticas tiveram como tema o Natal. Pinturas, desenhos, música, cartões e outros trabalhos expressaram o espírito natalino e reflexões sobre a rotina no HSM.

As atividades acontecem três vezes por semana, em espaço aberto, e são acompanhadas pelas terapeutas ocupacionais do HSM. Cada oficina de arterapia reúne cerca de dez pacientes, que saem de seus leitos de internação para viver momentos de descontração entre tintas e pinceis. Internado para tratamento psiquiátrico no hospital, José Santana (nome fictício), 45, aproveitou a oportunidade e desenhou um sino de Natal.

“Para mim, esta época representa paz de espírito, união entre as famílias e amigos, querer bem e amor ao próximo. São essas atitudes e sentimentos que eu desejo para todos vocês neste Natal”, declarou. A coordenadora do Serviço de Terapia Ocupacional do HSM, Marcionília Andrade, explica que a equipe estimula os pacientes a abordar diferentes temáticas ao longo do ano. O Natal, segundo ela, é o período mais delicado.

“Os pacientes ficam mais emotivos nessa época do ano, demonstram muita sensibilidade, afeto e saudades dos familiares, que nem sempre estão presentes na vida deles. Nas cartas que eles escrevem, observamos muitos aspectos que podem ser trabalhados no decorrer do processo de recuperação do paciente”, analisa.

Os trabalhos feitos pelos pacientes estão expostos no flanelógrafo localizado no corredor principal do hospital e despertam a atenção de funcionários, acompanhantes e visitantes. “Fiquei impressionada com as cores, com os desenhos e as frases que eles escrevem, expressando muita sensibilidade, enfatizando a importância da família, da união, da paz, da gratidão, da fé e esperança. Muito lindo e emocionante”, relatou a auxiliar de Enfermagem, Maria Socorro Oliveira, que trabalha no setor ambulatorial do HSM.

Clarisse Missiê, psicóloga do HSM, define a arteterapia como uma oportunidade para o paciente se expressar. “É uma forma de termos acesso ao sofrimento deles. Não é simplesmente uma pintura, uma carta ou um desenho. A arte dos pacientes traz uma reflexão verbal e um alívio de projeção para o papel. Nós, psicólogos, avaliamos essa arte através do traçado, das cores que são utilizadas, da projeção da força que é inserida no lápis ou na caneta para o papel. Tudo isso é observado e pode ser indício ou não de sofrimento psíquico”, explica.