PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Curta-metragem dirigido por socioeducador é apresentado para adolescentes

22 de dezembro de 2020 - 17:43 # # # # # # #

Ascom Seas - Texto e Fotos


A obra foi produzida pelo Coletivo Artístico KlangoPreá por meio da Lei Aldir Blanc

Com o intuito de mostrar novas perspectivas de vida, o socioeducador que atua no Centro Socioeducativo de Sobral, Márcio Tibúrcio, apresentou para os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas na cidade o curta-metragem,“O Auto da Boa Esperança”, no qual atuou como diretor. A obra foi realizada por meio da Chamada Pública da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer de Sobral (Secjel) com fundamento na Lei Federal 14.017/2020 – Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, e foi produzida pelo Coletivo artístico KlangoPréa.

“O Auto da Boa Esperança conta a história de um casal de retirantes que enfrentam as dificuldades advindas da seca, e buscam por uma vida melhor. E essa foi também a mensagem que Márcio quis passar para os jovens em cumprimento de medida socioeducativa, o de “crer em tempos melhores”.

A arte e a cultura nos centros socioeducativos do Estado são trabalhados de diferentes formas. Para o artista, que atua como socioeducador em Sobral, a arte é muito mais que uma atividade.

“Acredito muito no poder da arte e do fazer cultural para a transformação social. A humanidade sempre necessitou e necessitará sempre de fazer arte e reproduzir sua cultura. Levar um filme produzido por alguém tão próximo aos adolescentes privados de liberdade não é somente promover um momento de lazer e entretenimento, é também fazê-los crer que eles também são capazes de produzir cultura, de serem protagonistas em suas vidas.”, enfatiza.

O curta-metragem continuará sendo exibido na unidade socioeducativa para os jovens em cumprimento de medida socioeducativa, até quarta-feira (23).