PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Operações do DHPP resultam em prisões de foragidos da Justiça em Fortaleza

29 de dezembro de 2020 - 17:44 # # # #

Ascom SSPDS

A intensificação no combate dos crimes violentos contra a vida pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) culminou nas prisões de três homens com mandados de prisão em aberto, em Fortaleza. As ofensivas ocorreram em bairros e turnos diferentes, nessa segunda-feira (28). Os trabalhos foram deflagrados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Na manhã de ontem, três homens já haviam sido presos também pelo DHPP, após o cumprimento de mandados por homicídios e tráfico de drogas.

A primeira ação ocorreu pela manhã, quando os policiais civis efetuaram as prisões de Francisco Alison Lima Girão, 21 anos; e Francisco André Lima Pereira, 35 anos. Contra os dois havia mandados de prisão preventiva representado após investigações da 5ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ambos são suspeitos de participação na morte de Francisco de Vasconcelos Bezerra, 30 anos. O crime ocorreu no dia 21 de novembro de 2019, no Benfica, na Área Integrada de Segurança 5 (AIS 5).

A dupla também é suspeita de participação em outros crimes nos bairros José Bonifácio (AIS 5) e adjacências. As capturas ocorreram no próprio bairro onde ocorreu o homicídio e também em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. Após serem conduzidos à sede do DHPP, os homens foram encaminhados até uma unidade do sistema prisional do Estado.
Além do indiciamento no inquérito policial que investiga a morte de Francisco de Vasconcelos, os homens também possuem outros antecedentes criminais. Francisco André possui antecedentes criminais por homicídio, lesão corporal dolosa, corrupção ativa, posse irregular e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico e associação para o tráfico. Já Alison responde por roubo e associação criminosa.

Bom Jardim

Durante abordagens efetuadas por policiais civis, no bairro Bom Jardim, o DHPP prendeu Antônio de Farias, de 23 anos. Na ação, ele apresentou um nome falso. Após averiguação, os investigadores chegaram à verdadeira identificação dele.

Contra o homem havia um mandado de prisão oriundo da 2ª Vara de Execução Penal por roubo com restrição de liberdade da vítima e corrupção de menores. Por ter repassado outro nome aos policiais civis, Antônio foi levado ao 32° Distrito Policial (DP), onde foi autuado em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por falsa identidade.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3257-4807, do DHPP, que também disponibiliza o mesmo número como WhatsApp. O sigilo e o anonimato são garantidos.